Vida bandida! Guaxinins invadem banco nos EUA e roubam biscoitos

Histórias de guaxinins vasculhando latas de lixo, comendo vegetais de hortas e até se aninhando em sótãos ou garagens não são incomuns nos Estados Unidos, mas uma dupla destes animais em Redwood City, na Califórnia, pode ter sido a mais ousada de todas ao invadir uma agência do Peninsula Bank e assaltar de forma descarada uma lata de biscoitos de amêndoa.

O “crime” foi testemunhado primeiramente por um cliente retirando dinheiro no caixa eletrônico durante a madrugada, e no começo, o homem acreditou que os meliantes eram apenas bichinhos de pelúcia, até perceber que estavam revirando um dos escritórios vazios do banco.

(Fonte: Peninsula Humane Society/SPCA/Reprodução)
(Fonte: Peninsula Humane Society/SPCA/Reprodução)

Quando os funcionários ficaram sabendo do crime, entraram em contato com a Peninsula Humane Society & SPCA, uma associação de resgate de animais, mas a bagunça já havia sido feita: latas de lixo foram reviradas, documentos estavam por todo o chão e um monitor havia sido derrubado. Enquanto isso, os guaxinins estavam aproveitando uma pausa na sala de descanso e saboreando um docinho.

“Eles estavam na sala de descanso comendo uma lata de biscoitos de amêndoa. Eu acho que eles encontraram o ouro”, disse Buffy Martin Tarbox, porta-voz da Peninsula Humane Society.

Depois de uma acalorada perseguição de 10 minutos, a equipe de resgate conseguiu conter os assaltantes, que ficaram bem indignados ao serem retirados do local. “Felizmente, eles não ficaram feridos durante sua aventura matinal. E pelo que sabemos, não fugiram com nenhum dinheiro”, brincou Tarbox.

(Fonte: Peninsula Humane Society/SPCA/Reprodução)
(Fonte: Peninsula Humane Society/SPCA/Reprodução)

Com a situação sob controle, a organização pode descobrir o “plano de invasão” dos animais. Aparentemente, eles escalaram uma árvore até o telhado do banco e conseguiram rastejar através dos dutos de ar, e em algum momento, uma parte do teto desabou com o peso dos dois, permitindo que vasculhassem livremente o lugar.

Mas vale lembrar que mesmo com a carinha adorável e reputação hilária, é melhor não se aproximar destes animais levianamente, pois eles podem se sentir ameaçados e atacarem. Além disso, estas criaturinhas são portadores comuns de raiva, leptospirose e outras doenças, então, se estiver viajando e avistar uma dessas fofurinhas, o correto é ficar longe e não oferecer biscoitos, ok?

More in Fatos&Fatos.com