Tsuru – Simbolismo e significado do pássaro na tradição japonesa

Na cultura japonesa e no mundo os pássaros são considerados símbolos auspiciosos. Além das aves mais populares como a pomba, coruja e o pássaro celestial místico, a fênix, o tsuru (grou) é outra ave muito apreciada por muitas pessoas, especialmente nos países asiáticos. Além disso, no Japão ele também conhecido como o pássaro da longevidade.

Na cultura japonesa, além de representar vida longa, o tsuru simboliza fidelidade, paz e também poder de cura. Desse modo, os japoneses acreditavam que dobrar mil tsurus de papel para um paciente que sofre de doença pode ajudar na recuperação.

Ademais, o pássaro também é um dos amuletos da sorte mais populares no Japão, usado frequentemente por equipes em torneios e outras competições esportivas.

Lenda do Tsuru

Fonte: Pixabay

Como lido acima, em toda a Ásia, o tsuru é considerado um símbolo de felicidade e vida eterna. Na tradição japonesa, chinesa e coreana, ele representa fortuna, sorte e longevidade devido ao seu longo tempo de vida de mil anos.

Existindo em quinze espécies que habitam os cinco continentes, o mais majestoso é o grou japonês, que tem quase um metro e meio de altura, com pernas e pescoço comprido, penas caídas curvadas e uma graciosa coroa vermelha na cabeça.

Segundo o folclore do Japão, o conto popular mais comum narra que um velho camponês resgatou um grou bastante ferido que foi pego em uma armadilha de caçadores. Para expressar sua gratidão, o tsuru se transformou em uma jovem donzela e passou a viver com ele e sua esposa. Todas as noites ela se retira para um galpão de tecelagem onde se transforma na ave e arranca suas próprias penas.

Tsuru: simbolismo e significado do pássaro na tradição japonesa
Fonte: Pinterest

Com as penas ela tece um lindo tecido e presenteia o casal de idosos. Assim, encantados com a beleza e a textura do pano, o camponês pede que a donzela fabrique outros tecidos para que ele possa vendê-los, e ela prontamente aceita.

No entanto, ela diz ao casal de idosos que eles nunca devem olhar para dentro do galpão quando ela estiver tecendo. Contudo, uma noite a esposa do camponês desobedeceu a jovem e foi até o galpão. Lá, ela flagra a jovem tecendo suas próprias penas e descobre que a menina é uma ave.

Depois de ser vista, o tsuru não pode mais viver com o casal de idosos. Como resultado, o tsuru voa para o céu, deixando um rastro de poeira cintilante.

Tradição dos mil pássaros de papel

Tsuru: simbolismo e significado do pássaro na tradição japonesa
Fonte: Pinterest

Na antiga tradição japonesa acreditava-se que as poderosas asas do tsuru eram capazes de transportar almas ao paraíso e levar as pessoas a níveis mais elevados de iluminação espiritual.

Com o tempo, este pássaro também evoluiu como modelo favorito da arte de dobrar de papel, comumente conhecida como origami. Diz-se que mil pássaros dobrados, um para cada ano de vida, realizam um desejo.

Ademais, pouco depois do fim da Segunda Guerra Mundial, os tsurus dobrados de origami também passaram a simbolizar esperança devido a história de Sadako Sasaki. Sadako era uma garotinha japonesa que foi diagnosticada com leucemia aos 11 anos, após ser exposta à radiação durante o bombardeio de Hiroshima.

No intuito de recuperar sua saúde e como um apelo de paz para o mundo, Sadako decidiu dobrar 1.000 origamis em formato de tsuru (senbazuru). Embora ela tenha completado 964 tsurus antes de falecer no dia 25 de outubro de 1955, seus colegas dobraram os pássaros restantes para homenageá-la.

Aliás, uma estátua foi erguida no Parque da Paz de Hiroshima para eternizar a história de Sadako Sasaki como um símbolo da luta pelo fim da guerra e das armas nucleares.

Amuleto simbólico

Fonte: Pixabay

Atualmente, essa prática de dobrar 1.000 tsurus simboliza esperança em tempos difíceis. Além disso, após os eventos de 11 de setembro, como um gesto de apoio as vítimas, milhares de pássaros foram dobrados e enviados para bombeiros e delegacias de polícia, museus e igrejas em toda a cidade de Nova York.

Por fim, tradicionalmente, os senbazuru são oferecidos em santuários ou templos com oração, com base na crença de que o esforço para dobrar um número tão grande certamente será recompensado.

Frequentemente, eles são presenteados a alguém que sofre de doença, como uma oração por sua recuperação, e em cerimônias como casamento como um desejo de felicidade e vida longa aos noivos.

Então, gostou de saber mais sobre este símbolo cultural do Japão? Clique e leia também: Simbologia da Coruja – Características, interpretações e significados

Fontes: Blog Uai, Ekim, Mundo-Nipo

Fotos: Pixabay, Pinterest

More in Fatos&Fatos.com