Tisífone, quem é? Origem e história da Fúria da vingança

Em primeiro lugar, Tisífone é uma das Fúrias ou Erínias da mitologia grega. Nesse sentido, faz parte do trio que personifica a vingança na Grécia Antiga. Portanto, essa criatura mitológica é irmã de Megera e Alecto.

A princípio, Tisífone personifica o Castigo, sendo a vingadora dos assassinatos como parricídios, fratricídios e homicídios. Sendo assim, ficou conhecida por açoitar os culpados no submundos e os enlouquecer durante a punição com gritos em seus ouvidos.

Entretanto, existem outras versões a respeito da designação e habilidade dessa criatura mitológica. No geral, as histórias explicam que sua personificação da vingança também envolve relacionamentos amorosos. Portanto, ainda puniria os adúlteros e infiéis no submundo.

Tisífone, quem é? Origem e história da Fúria da vingança
Fonte: Wiki

Origem e história de Tisífone

Primeiramente, existem diversas versões sobre a origem das Erínias, e também de Tisífone. Ainda que ela seja considerada a irmã mais velha entre as Fúrias, estima-se que essas criaturas mitológicas sejam primordiais. Ou seja, que tenham surgido durante a criação do Universo.

Nesse sentido, as Fúrias teriam sido criadas a partir das gotas do sangue de Urano quando ele foi castrado por Cronos. Posteriormente, foram enviadas ao Tártaro para torturar as almas pecadoras. Contudo, há versões que afirmam esses monstros como filhas de Hades e Pérsefone.

Apesar disso, há uma percepção comum de que as Fúrias estiveram presentes na criação do mundo, assim como do Monte Olimpo. No entanto, não possuíam autoridade suficiente para sobrepujar o poder dos deuses, mas também não estavam submetidos a eles.

Comumente, são representadas como mulheres aladas de aparência cruel, possuindo olhos sangrentos e cabelos repletos de serpentes. Ademais, portam os itens de tortura que utilizam no submundo, como chicotes, facas e suas garras pontiagudas.

Desse modo, as Erínias podiam vagar o mundo como criaturas mitológicas mais livres, o que levou à história sobre Tisífone como vingadora no amor. A princípio, esse mito foi descrito por Plutarco em Dos Rios, narrando que a Fúria teria se apaixonado por um jovem mortal chamado Citerão.

Portanto, o enviou diversas mensagens proclamando seu interesse e amor. Contudo, não foi correspondida e nunca ao menos recebeu uma resposta. Como consequência, a criatura mitológica arrancou uma de suas cobras do cabelo e atirou-a no rapaz, matando-o cruelmente.

No geral, acredita-se que o Monte Citerão tenha esse nome por conta dessa história, tendo em vista que foi nomeado em homenagem ao pobre mortal. Entretanto, essa história apresenta outras associações.

Tisífone, quem é? Origem e história da Fúria da vingança
Fonte: Wiki

Simbologia e associações

Em primeiro lugar, uma versão dos fatos afirma que Tisífone fez com que Citerão fosse enviado ao submundo, onde ela o torturou por anos. Contudo, outras versões afirmam que ele foi preservado desse destino cruel por ação dos deuses, contrariando o equilíbrio na mitologia grega por uma suposta boa causa.

Nesse sentido, Tisífone personifica não somente a vingança entre assassinos como também entre infiéis, desamados e aqueles que alimentam amores platônicos. Apesar de Calypso ser a representante dos amores não correspondidos, Tisífone simboliza a parte mais cruel desse processo.

Sendo assim, sua característica como vingança sobre crimes cruéis ainda se estende aos relacionamentos, na forma do sentimento de vingança e ressentimento. Sobretudo, o fato de que o monstro mitológico persegue suas vítimas e os faz enlouquecer remete tanto à fixação de um amor não correspondido quanto à insistência.

Além disso, ao longo de Megera e Alecto, a Fúria Tisífone representa as consequências dos atos dos mortais, em especial a punição por erros e pecados. Sendo assim, os significados associados a cada uma se expande na medida em que há uma profundidade no campo que atuam. Desse modo, para além de responsáveis pela punição no submundo, as três apresentam particularidades específicas.

Por fim, tanto Tisífone quanto as outras Erínias eram criaturas mitológicas utilizadas para ensinar valores associados às punições divinas diante das falhas humanas. Portanto, estavam intimamente relacionadas ao imaginário coletivo construído ao redor do submundo e do Tártaro.

E aí, gostou de conhecer mais sobre Tisífone? Cidades medievais, quais são? 20 destinos preservados no mundo.

Fontes: Greenlane | Eventos Mitologia Grega | Portal Mitologia

Imagens: Wiki

More in Fatos&Fatos.com