Termômetro digital ou termômetro de mercúrio: qual é o melhor?

Os termômetros são ferramentas bastante úteis para os seres humanos, desde medir a temperatura dos alimentos até medir a temperatura corporal e muito mais. Porém, qual tipo de termômetro é melhor para a finalidade que você está buscando: o termômetro digital ou o termômetro de mercúrio?

É notável que o tipo de termômetro que você escolher terá  um impacto significativo em sua leitura de temperatura, bem como na segurança de seu usuário. Por esses motivos, é importante ter em mente quais são as diferenças mais marcantes entre essas duas ferramentas para saber qual é a mais recomendada para a sua vida. Olha só!

Vantagens e desvantagens

(Fonte: Shutterstock)(Fonte: Shutterstock)

Os termômetros de mercúrio existem a bastante tempo no mercado e já mostraram possuir bastante eficácia. Entretanto, desde que os termômetros digitais despontaram como uma opção, os de mercúrio acabaram sendo deixados um pouco de lado e perderam um espaço considerável entre os consumidores.

Tudo isso nos faz pensar que os termômetros digitais, portanto, são melhores que os seus antecessores, certo? Na verdade, os termômetros digitais têm várias vantagens sobre os termômetros de mercúrio tradicionais e é possível destacar cada uma delas.

Ao contrário dos termômetros de mercúrio, cujas leituras são mais lentas porque você precisa esperar o mercúrio aquecer e depois subir lentamente para exibir a temperatura,  os termômetros digitais são projetados usando tecnologia avançada que lhes permite fornecer resultados instantâneos no local. Logo, não é necessário esperar tanto para que o líquido rastejante suba na barra. 

Precisão e segurança

(Fonte: Shutterstock)(Fonte: Shutterstock)

Em termos de precisão, os modelos digitais também saem na frente. Inclusive, alguns termômetros digitais também incluem sensores termopares na sonda que foram medidos e calculados para fornecer altíssima precisão e sem a necessidade de calibração, como os termostatos de mercúrio. 

Outra razão pelo qual os termômetros digitais se tornarão uma escolha tão popular é a sua segurança redobrada. Como os termômetros de mercúrio normalmente são feitos de um vidro frágil e carregam um metal tóxico para os seres humanos, esse definitivamente não é um produto muito recomendado para se manter dentro de casa.

Por outro lado, os termômetros digitais utilizam componentes metálicos, que são muito mais robustos e não contêm produtos químicos nocivos para maior segurança. Sem contar que alguns modelos conseguem medir temperaturas acima do ponto de ebulição do mercúrio ou abaixo do ponto de congelamento do metal.

Funcionamento do termômetro digital

(Fonte: Shutterstock)(Fonte: Shutterstock)

Visto que o termômetro digital não utiliza o mercúrio para medir temperaturas, como é que esse produto funciona? Como citado anteriormente, essa ferramenta funciona à base de outros componentes metálicos, que trabalham em conjunto com uma tecnologia avançada.

À medida que o metal fica mais quente, ele se expande a uma taxa esperada, que é usada para determinar a temperatura. Alguns termômetros digitais também usam pequenos circuitos eletrônicos para desempenhar suas funções. À medida que a temperatura aumenta, a amperagem aumenta e os circuitos eletrônicos calculam os resultados da medição desejada.

More in Fatos&Fatos.com