Quem foi o primeiro santo canonizado pela Igreja Católica?

A Igreja Católica conta com vários santos em seus altares, sendo alguns mais populares (como Nossa Senhora Aparecida e Santo Expedito, por exemplo) e outros menos conhecidos. E, nessa conta, talvez muitos não tenham ideia de qual foi o primeiro canonizado.

Apesar de muitos santos serem da época em que Jesus Cristo foi crucificado, levou algum tempo para que a Igreja Católica começasse os processos de canonização. O primeiro, para se ter uma ideia, aconteceu em 993 e foi atribuído a Santo Ulrico.

Santo Ulrico era um bispo de Augsburg, na atual Baviera, Alemanha. Ele nasceu em 890 e faleceu em 973 (ou seja, entre sua morte e canonização passaram apenas 20 anos). Sua santidade foi atribuída, dentre várias causas, por conta de seus trabalhos com doentes em hospitais e pela construção de várias igrejas.

Leia também: 5 santos que foram extremamente duros na queda

Santo Ulrico, o primeiro santo canonizado por um papa. (Fonte: Wikimedia Commons)Santo Ulrico, o primeiro santo canonizado por um papa. (Fonte: Wikimedia Commons)

E afinal, quem foi o primeiro santo de todos?

Só de bater o olho na data, já é possível perceber que muitos outros homens e mulheres já possuíam a santidade em sua caminhada ou por conta de suas mortes, como é o caso dos doze apóstolos.

Entretanto, nenhum dos seguidores de Cristo ganhou o título de primeiro santo. Na verdade, a pessoa a receber essa graça provavelmente conheceu Jesus apenas pouco antes de sua morte: trata-se de São Dimas, que foi crucificado ao lado da figura máxima do cristianismo e é também popularmente conhecido como “bom ladrão”.

De acordo com a Bíblia, ele teria recebido essa graça do próprio Cristo (sendo a única pessoa a ser chamada em vida por ele para ir ao céu). Após se arrepender e pedir para que se lembrasse dele quando estivesse no Paraíso, ouviu de Jesus que ainda naquele dia estaria no paraíso, o que o coloca na condição de primeiro santo da história.

Leia também: Sérgio e Baco: os santos que possivelmente eram um casal gay

More in Fatos&Fatos.com