Por que as abelhas não voam durante a noite?

As abelhas são criaturas magníficas com uma enorme contribuição para o meio ambiente, sobretudo em relação à habilidade de fazer polinização cruzada e gerar novas espécies de plantas. Por esse motivo, cerca de um terço dos alimentos que consumimos todos os dias são polinizados por elas e sem essa ajuda provavelmente sofreríamos de uma escassez de alimentos.

Entretanto, esse trabalho possui hora para acabar, pois boa parte das espécies de abelha não voa à noite. E será que você sabe o motivo para isso acontecer? Ao longo dos próximos parágrafos, nós nos aprofundaremos a respeito desse tema e falaremos mais sobre a capacidade de voo das abelhas. Olha só!

Trabalho no Sol

Um vídeo divulgado pela Universidade de Cambridge no início de 2022 despertou a atenção dos internautas. O estudante de doutorado em Biotecnologia e Ciências Biológicas, Hamish Symington, capturou o momento em que dezenas de abelhas caem no chão quando as luzes de um ambiente controlado se apagam.

Logo, muitas pessoas passaram a se perguntar qual seria o motivo exato para as abelhas se “desligarem” na escuridão e se isso acontecia com todas elas. Embora grande parte das abelhas sejam de fato diurnas, as espécies tropicais podem ser crepusculares ou noturnas — período do dia que enfrentam menos competição de outros insetos e evitam predadores.

O que muitas pessoas não sabem, entretanto, é que as abelhas dormem de cinco a oito horas por dia. É por esse motivo que, quando a noite chega, os insetos que trabalharam a tarde toda simplesmente entram em um estado de sono. O cansaço pode ser tão pesado que algumas abelhas precisam ser carregadas de volta à colmeia por suas colegas após terem despencado durante a soneca. 

Adaptação de espécies

(Fonte: Shutterstock)(Fonte: Shutterstock)

Se sabemos agora que a maioria das abelhas não voa quando o Sol se vai, o que faz outras espécies possuírem essa habilidade? Isso tudo é uma questão sobre os olhos. Todas as abelhas têm cinco olhos e três deles são os chamados ocelos, olhos de visão simples e com uma lente parecida com a dos seres humanos.

Esses três olhos estão localizados na parte superior central da cabeça das abelhas e ajudam a detectar as luzes ultravioleta, polarizada e infravermelha. Eles auxiliam na orientação das abelhas, mas não fornecem nenhuma forma ou imagem. Esse papel é responsabilidade dos olhos compostos, considerados a visão principal de uma abelha e usados para identificar plantas. 

Esses olhos têm a capacidade de ver tudo ao redor simultaneamente por causa das 6,9 mil facetas hexagonais que possuem. No caso das abelhas noturnas, elas evoluíram para que esses olhos fossem muito maiores do que os de suas primas que trabalham durante o dia. Isso permite com que elas naveguem pela floresta durante a noite, amanhecer ou anoitecer — abrindo mais possibilidades para elas se adaptem ao mundo a sua volta. 

More in Fatos&Fatos.com

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2020 powered by fatos&fatos.com.