Plantas Venenosas – Definição, espécies e níveis de toxicidade

Aparentemente elas são lindas, coloridas e parecem absolutamente inofensivas. Porém, algumas espécies de plantas do seu jardim podem ser um motivo de preocupação, pois podem ser venenosas.

A Antúrio por exemplo é uma planta tóxica que possui agentes venenoso espalhados por toda a extensão da mesma. Dentre os sintomas causados por ela estão inchaços, náuseas, vômito e diarreia. Além disso, o contato direto com os olhos pode provocar lesões na córnea e irritação.

Uma outra bastante comum em muitos lares é a comigo-ninguém-pode. Ela tem características parecidas com a antúrio, também sendo extremamente tóxica, ela pode inclusive, causar asfixia.

20 plantas venenosas que você provavelmente não sabia

1. Aloe Vera ou Babosa

Fonte: Pinterest

Primeiramente temos a babosa. A seiva da planta é tóxica e encontra-se logo abaixo da pele dos caules. Desse modo, ela causa irritação nas mucosas e na pele. Além disso, outros sintomas de intoxicação incluem: bolhas na pele, salivação, vômitos, diarreia, dor abdominal, pulso fraco e conjuntivite (caso entre em contato com os olhos). Todavia, o gel de babosa não é tóxico, e sim um composto medicinal comumente usado em todo o mundo.

Grau de toxicidade: Moderado

2. Antúrio

Plantas Venenosas: definição, espécies e níveis de toxicidade
Fonte: Pinterest

Antúrio é um planta bastante comum na maioria dos lares, e ele também é conhecido como flor de flamingo. Ademais, entre os seus principais ingredientes ativos, encontra-se o oxalato de cálcio. Assim, as partes tóxicas das plantas são flores, caules e folhas. Portanto, essa planta venenosa irrita as membranas mucosas, provoca salivação, coceira intensa na face, inchaço da face, bem como vômitos e paralisia da língua.

Grau de toxicidade: Alto

3. Azaleia

Fonte: Pinterest

A planta inteira é tóxica, especialmente a folha. Ademais, ela contêm grayanotoxinas, glicosídeos que afetam o trato digestivo, o sistema circulatório e o sistema nervoso.

Desse modo, os principais sintomas de intoxicação são: vômitos prolongados, arritmias, convulsões, ataxia (perda de controle muscular durante movimentos voluntários, como caminhar ou levantar objetos), fraqueza, depressão e até a morte. Todavia, o envenenamento por essas plantas é bastante raro.

Grau de toxicidade: Muito alto

4. Bulbos de plantas ornamentais (jacinto, narciso, tulipa)

Fonte: Pinterest

Os bulbos de algumas plantas ornamentais contêm substâncias capazes de envenenar animais e humanos. Portanto, os principais sintomas de envenenamento por essas plantas são: gastroenterite e dermatite de contato.

Grau de toxicidade: Moderado

5. Cróton

Fonte: Pinterest

Também chamada de Folha-imperial e Louro-variegado, a cróton possui como princípios ativos ésteres diterpênicos que afetam os sistemas gastrointestinais; pele e olhos. Portanto, a seiva da planta é tóxica irrita as mucosas e a pele, além de causar outros sintomas como salivação, vômito, diarreia, pulso fraco, dor abdominal, conjuntivite (em contato com os olhos).

Grau de toxicidade: Moderado

6. Copo-de-leite

Plantas Venenosas: definição, espécies e níveis de toxicidade
Fonte: Pinterest

A planta inteira, especialmente as flores. Além disso suas toxinas afetam o sistema digestivo e é irritante para as membranas mucosas. Por fim, entre os sintomas de envenenamento estão: salivação, coceira intensa na face, inchaço, vômitos e paralisia da língua.

Grau de toxicidade: Moderado

7. Costela de Adão

Fonte: Pinterest

Toda a planta é venenosa e irritante para as membranas mucosas. Assim, os sinais de intoxicação vão desde salivação, coceira intensa na face, inchaço da face a vômitos e paralisia da língua.

Grau de toxicidade: Moderado

8. Dedaleira

Fonte: Pinterest

Toda a planta é venenosa, principalmente as flores e os frutos. Em outras palavras, a espécie possui propriedade altamente tóxicas que afetam o coração. Além disso, tem como sintomas de intoxicação: vômitos, diarreia, bradicardia (batimento cardíaco lento) e arritmias.

Grau de toxicidade: Alto

9. Dracena

Plantas Venenosas: definição, espécies e níveis de toxicidade
Fonte: Pinterest

O composto ativo tóxico desta planta é a saponina. Como resultado, sua ingestão provoca pupilas dilatadas, vômitos, perda de apetite e salivação.

Grau de toxicidade: Moderado

10. Erva-gateira (planta herbácea)

Fonte: Pinterest

Como o próprio nome sugere, as folhas e caules desta planta induzem alterações comportamentais exclusivamente em gatos, embora um terço deles não sejam afetados por ela. As substâncias indutoras são óleos essenciais e um monoterpeno contido nas folhas e caules.

Com efeito, essas substâncias são absorvidas pelo nariz do gato e em pouco tempo, o felino mostra sinais característicos de intoxicação como vômitos e diarreia.

Grau de toxicidade: Moderado

11. Erva-moura (planta herbácea)

Plantas Venenosas: definição, espécies e níveis de toxicidade
Fonte: Pinterest

A planta inteira é tóxica e suas toxinas afetam o sistema nervoso (neurotóxico). Dessa maneira, os principais sintomas de envenenamento são vômitos, diarreia, pupilas dilatadas, bem como ataxia, fraqueza e sonolência.

Grau de toxicidade: Moderado

12. Espada-de-são-jorge

Fonte: Pinterest

A espada-de-são-jorge (Sansevieria trifasciata) é bastante cultivada nos jardins devido à crença de que ela traz prosperidade. No entanto, ela contém glicosídeos pregnânicos e saponinas esteroidais, ou seja, substâncias venenosas, que se ingeridas, causam dificuldade de movimentação e de respiração, devido à irritação da mucosa e salivação intensa.

Grau de toxicidade: Alto

13. Família das Aráceas (plantas ornamentais)

Fonte: Pinterest

As plantas mais populares da família Araceae incluem as espécies ornamentais antúrio, filodendro e comigo-ninguém-pode. Desse modo, essas plantas tropicais, amplamente utilizadas em jardins e interiores são espécies venenosas. Suas flores são agrupadas em espadices e protegidas por uma bráctea chamada espata.

Portanto, a ingestão acidental de alguma dessas plantas provoca irritação e inflamação de toda a cavidade oral e erosões-ulcerações gástricas. Outros sintomas incluem: coceira intensa, irritação nos olhos, dificuldade para engolir e até mesmo respirar em casos mais graves. Podem ocorrer alterações na função renal e alterações neurológicas.

Grau de toxicidade: Muito alto

14. Hera

Fonte: Pinterest

Todas as partes da planta são venenosas, por este motivo suas propriedades tóxicas, podem causar irritação nas membranas mucosas, coceira intensa, e irritação nos olhos.

Grau de toxicidade: Alto

15. Hortênsia

Fonte: Pinterest

As folhas e seus brotos são as partes venenosas dessa planta. Ademais, já foi descrita a presença de um glicosídeo cianogênico (hortangina) e de saponinas, óleos e resinas. Todavia, o envenenamento por hortênsia é raramente descrito, mas quando ocorre provoca convulsões, dor abdominal, flacidez muscular, letargia, vômitos e coma.

Grau de toxicidade: Muito alto

16. Kalanchoe (planta suculenta)

Plantas Venenosas: definição, espécies e níveis de toxicidade
Fonte: Pinterest

Toda a planta é tóxica, especialmente suas flores. Assim, sua toxicidade afeta o coração, além de provocar vômitos, diarreia, ataxia, tremores e morte súbita.

Grau de toxicidade: Muito alto

17. Lírios

Fonte: Pinterest

Todas as partes da planta são tóxicas, especialmente as flores. No entanto, a identidade da substância tóxica nesta planta ainda é desconhecida. O gênero contém numerosas espécies e variedades cuja alta capacidade tóxica só foi descrita em gatos, nos quais produz insuficiência renal aguda. Em cães que consumiram quantidades significativas da planta, apenas pequenos problemas gastrointestinais foram observados.

Então, concluiu-se que os sintomas de intoxicação se manifestam dentro de 3 horas após o consumo da planta, e normalmente são vômitos, tialismo, anorexia e depressão.

Grau de toxicidade: Alto

18. Lírio-do-vale

Fonte: Pinterest

Essa planta, também chamada de sapinho, contém saponinas com efeitos gastrointestinais e glicosídeos cardiotóxicos. Aliás, o envenenamento pela espécie pode causar náuseas, vômitos, diarreia, cólica seguidos de sinais cardiovasculares como hipotensão, bradicardia e bloqueio atrioventricular.

Ademais, outros sintomas incluem: fadiga, confusão, hipercalemia, hiperidrose e tremores. Os sintomas aparecem de 5 a 24 horas após a ingestão e pode levar à morte entre 10 horas e 4 dias.

Grau de toxicidade: Muito alto

19. Mamoneira

Plantas Venenosas: definição, espécies e níveis de toxicidade

A planta inteira é tóxica, especialmente as sementes. Sua toxicidade causa a morte celular ao bloquear a síntese de proteínas, além de outros sintomas como vômitos, diarreia, convulsões e fraqueza. Sobretudo, os sinais aparecem apenas 3 dias após a ingestão.

Grau de toxicidade: Muito alto

20. Planta trepadeira – Glicínia

Fonte: Pinterest

Por fim, as sementes e os frutos que a planta contêm constituem as partes tóxicas da espécie, cujo veneno seria um glicosídeo insuficientemente caracterizado. Dessa maneira, os sintomas de intoxicação são distúrbios gastrointestinais (náuseas, vômitos, diarreia, cólicas), geralmente de média intensidade, e seu tratamento é sintomático.

Grau de toxicidade: Baixo

Enfim, você gostou dessa matéria? Então você também vai gostar dessa: Plantas carnívoras – O que são, tipos, como cuidar e curiosidades

Fontes: Amo plantar, Petz, Hipercultura

Fotos: Pinterest

More in Fatos&Fatos.com