Piores prisões do mundo, quais são? Onde estão localizadas

As prisões são instituições de confinamento de pessoas detidas por uma autoridade judiciária ou que tenham sido privadas da liberdade após a condenação por um crime. Desse modo, uma pessoa considerada culpada de um crime ou contravenção pode ser obrigada a cumprir uma sentença de prisão e, se não tiver sorte, pode ser enviada para uma das piores prisões do mundo.

Assim, na maioria destes lugares alguns presos não vivem para terminar sua pena devido à brutalidade e à rivalidade entre os detentos.

Geralmente, nessas prisões há uma hierarquia social dentro de cada instalação, e os que estão na base ficam mais vulneráveis, por assim dizer. Há assassinatos, estupros e ataques a prisioneiros, bem como aos guardas, e a conformidade corrupta de algumas autoridades também garante que o processo não seja controlado.

Por outro lado, existem prisões normais, porém com algumas instalações de encarceramento mais desoladas e desesperadoras que são um verdadeiro inferno. Confira abaixo as piores prisões do mundo.

10 piores prisões do mundo

1. ADX Florence, EUA

Fonte: Pinterest

Esta instalação é considerada uma prisão de segurança máxima, com controle extremo para os prisioneiros perigosos. Desse modo, os presos têm que passar 23 horas por dia em confinamento solitário, resultando em altos índices de incidentes de alimentação forçada e suicídio. Segundo organizações internacionais de direitos humanos, esse tipo de tratamento leva a graves problemas físicos e psicológicos para os internos.

2. Penal Ciudad Barrios – Prisão em El Salvador

Piores prisões do mundo: quais são e onde estão localizadas
Fonte: Pinterest

A ultra violenta gangue MS 13 convive lado a lado com a igualmente perigosa gangue Barrio 18, em condições que você nem consegue imaginar. Desse modo, são frequentes os episódios de violência entre a maioria desses membros de gangues, o que deixa várias pessoas mortas, incluindo guardas armados do presídio.

3. Prisão de Bang Kwang, Bangkok

Fonte: Pinterest

Esta penitenciária é o lar de presos considerados perigosos para a sociedade do país. Como resultado, nesta prisão os detentos recebem apenas uma tigela de sopa de arroz por dia. Além disso, os que estão no corredor da morte têm ferros soldados em volta dos tornozelos.

4. Prisão Central de Gitarama, Ruanda

Fonte: Pinterest

Esta prisão é outro exemplo de lugar onde predomina a violência e o caos devido a sua superlotação. Destinada a 600 pessoas, o local abriga 6.000 detentos e por este motivo é considerada o “inferno na terra”. A prisão agrupa os presos quase como animais nas limitadas instalações e em condições extremas e desumanas. Com efeito, por lá o perigo e a doença aumentam e torna o ambiente ainda mais hostil.

5. Prisão dos Golfinhos Negros, Rússia

Fonte: Pinterest

Esta prisão na Rússia abriga os piores e mais perigosos detentos, geralmente assassinos, estupradores, pedófilos e até canibais. Devido à natureza dos condenados, os carcereiros são igualmente brutais. Por este motivo, os presos não podem sentar ou descansar desde o momento em que acordam até a hora de dormir, e também são vendados e mantidos em posições de estresse enquanto são transportados.

6. Prisão da Ilha Petak, Rússia

Piores prisões do mundo: quais são e onde estão localizadas
Fonte: Fatos Desconhecidos

Esta prisão sombria é especialmente adaptada para conter os criminosos mais perigosos do país. Assim, eles utilizam um sistema de técnicas de estresse físico e mental para inibir a violência de seus prisioneiros. Os presos ficam em suas celas minúsculas 22 horas por dia, não têm acesso aos livros e têm direito a duas visitas curtas por ano. Os banheiros também são péssimos e a tortura por lá é comum.

7. Prisão de Segurança Máxima de Kamiti, Quênia

Fonte: Pinterest

Além das péssimas condições como por exemplo superlotação extrema, calor e escassez de água, a prisão também é conhecida por sua violência. Tanto as brigas entre os prisioneiros quanto os espancamentos dos carcereiros são graves, e o problema de estupro também é um fator alarmante lá dentro.

8. Prisão de Tadmor, Síria

Piores prisões do mundo: quais são e onde estão localizadas
Fonte: Pinterest

Tadmor tem a reputação de ser uma das piores prisões do mundo. Os abusos, tortura e tratamento desumano infligidos dentro das paredes desta prisão proporcionaram a ela um legado notório dificilmente de ser esquecido. Dessa forma, relatos macabros desse presídio dão conta de prisioneiros torturados sendo arrastados até a morte ou cortados em pedaços por um machado. Em 27 de junho de 1980, as forças de defesa massacraram cerca de 1000 prisioneiros em uma única varredura.

9. Prisão La Sabaneta, Venezuela

Fonte: Pinterest

Esta prisão além de ser superlotada, é um lugar onde violência e estupro são comuns. Desse modo, o incidente mais famoso ocorreu em 1995 onde 200 prisioneiros foram mortos. Além disso, em suas instalações os presos carregam uma faca improvisada, denotado que esta prisão é mais para sobrevivência do que reabilitação.

10. Unidade 1391, Israel

Fonte: Pinterest

Este centro de detenção altamente secreto foi apelidado de ‘Guantánamo Israelense’. Assim, lá estão presos políticos perigosos e outros inimigos do estado, e o tratamento dispensado a eles é asqueroso, para dizer o mínimo. Aliás, essa prisão é desconhecida pela maioria das autoridades, até mesmo o ministro da Justiça não sabia de sua existência, pois a área havia sido excluída dos mapas modernos. Como resultado, a tortura e o abuso dos direitos humanos são comuns no local.

Prisões mais brutais da história atualmente desativadas

Penitenciária do Carandiru, Brasil

Piores prisões do mundo: quais são e onde estão localizadas
Fonte: Pinterest

Esta prisão foi construída em São Paulo em 1920 e foi projetada especificamente para atender às novas regulamentações do código penal do Brasil. No entanto, não foi oficialmente inaugurado até 1956. No auge, o Carandiru manteve cerca de 8.000 presos com apenas 1.000 carcereiros. As condições dentro da prisão eram realmente horríveis, já que as gangues controlavam o ambiente, enquanto as doenças eram mal tratadas e a desnutrição era normal.

A prisão de São Paulo é, infelizmente, mais lembrada pelo massacre do Carandiru em 1992. O incidente foi desencadeado pela revolta dos presos e a polícia fez pouco ou nenhum esforço para negociar com os detentos. A polícia militar acabou sendo enviada para o local, pois os carcereiros não conseguiam controlar a situação. Como resultado, os registros mostram que 111 prisioneiros morreram naquele dia, 102 dos quais foram baleados pela polícia, com as nove vítimas restantes assassinadas a facadas supostamente infligidas por outros prisioneiros antes da chegada da polícia.

Prisão Hoa Lo, Vietnã

Piores prisões do mundo: quais são e onde estão localizadas
Fonte: Pinterest

Também conhecida como ‘Hanói Hilton’ ou ‘Buraco do Inferno’, a Prisão de Hoa Lo foi construída pelos franceses no final do século XIX. Com efeito, a população da Hoa Lo inchou rapidamente dentro de poucos anos, e havia 600 presos no ano de 1913. O número continuou a crescer tanto que em 1954, haviam mais de 2.000 presos e a superlotação era um problema óbvio.

Com a Guerra do Vietnã, as coisas pioraram, pois o Exército do Vietnã do Norte usou a prisão como um de seus principais locais para interrogar e torturar soldados capturados. Eles esperavam que os prisioneiros de guerra americanos revelassem segredos militares importantes. Consequentemente, métodos de tortura como confinamento solitário prolongado, espancamentos, ferros e cordas foram usados, ​​violando a Terceira Convenção de Genebra de 1949, que definiu normas relativas ao Direito Humanitário Internacional.

Prisão Militar Camp Sumter em Andersonville, EUA

Fonte: Pinterest

Esta prisão militar em Camp Sumter é mais conhecida como Andersonville e foi a maior prisão confederada durante a Guerra Civil. O cárcere foi construído em fevereiro de 1864 especificamente com o propósito de abrigar soldados da União. Das 45.000 pessoas presas lá durante a guerra, até 13.000 morreram devido à desnutrição, saneamento deficiente, doenças e superlotação.

Prisão Pitesti, Romênia

Fonte: Pinterest

A Prisão de Pitesti era um centro penal na Romênia comunista que foi construído no final dos anos 1930. Assim, os primeiros presos políticos ingressaram no local em 1942, e rapidamente desenvolveu uma reputação de métodos bizarros de tortura. Pitesti ganhou seu lugar na história como uma prisão brutal devido aos experimentos de reeducação realizados lá de dezembro de 1949 a setembro de 1951. O objetivo dos experimentos era fazer lavagem cerebral em prisioneiros para que abandonassem suas crenças religiosas e políticas e alterassem suas personalidades para garantir obediência total.

Urga, Mongólia

Piores prisões do mundo: quais são e onde estão localizadas
Fonte: Pinterest

Por fim, curiosamente, nesta prisão os detentos ficavam efetivamente presos em caixões. Para esclarecer, eles eram enfiados em estreitas e pequenas caixas de madeira mantidas nas masmorras escuras de Urga. A prisão era cercada por vigas e os prisioneiros recebiam comida por meio de um buraco de 15 centímetros na caixa. Ademais, as rações que recebiam eram escassas, para dizer o mínimo, e seus dejetos humanos eram lavados somente a cada 3 ou 4 semanas.

Então, agora que você sabe quais são as piores prisões do mundo, leia também: Torturas Medievais – 22 técnicas assustadoras usadas na Idade Média

Fontes: Megacurioso, R7

Fotos: Fatos Desconhecidos, Pinterest

More in Fatos&Fatos.com