fbpx

Origem de expressões populares – Significados das 10 mais populares

Santo do pau oco, pé rapado, sem eira nem beira, puxar o saco, provavelmente você já ouviu ou falou algumas dessas expressões populares. No entanto, essas são apenas alguns exemplos, pois a língua portuguesa é riquíssima e bastante diversificada. Portanto, existem centenas de expressões que são usadas diariamente. Mas, você sabe qual é a origem de expressões populares?

Geralmente, as palavras e expressões portuguesas estão relacionadas com a história e com a cultura do país. Dessa forma, muitas das expressões tem origem na época do Brasil colonial ou até mesmo na Idade Média. Entretanto, muitas vezes falamos algumas dessas expressões sem conhecer a história por trás de sua origem.

Por exemplo, a expressão ‘santo do pau oco’, que é usada para se referir a uma pessoa dissimulada. No entanto, o termo surgiu no período colonial, quando Portugal cobrava altas taxas de impostos sobre o ouro e pedras preciosas. Então, para burlar esse esquema, santos de madeira oca eram produzidos e, ouro e pedras eram colocados dentro deles. Dessa forma, surgia a ideia de uma pessoa com a aparência de falsa santa.

Enfim, esse é apenas um dos exemplos, pois a língua portuguesa possui inúmeras expressões interessantes, que muitas vezes permaneceram imutáveis ao longo dos anos. Além disso, as expressões são adquiridas através do contato direto com a língua, através da socialização e, assim é passada adiante ajudando enriquecer a cultura. Portanto, conheça a origem de expressões populares usadas no dia a dia.

Origem de expressões populares

1 – Do arco-da-velha

Super Abril

A expressão popular ‘do arco-da-velha’ é utilizada para se referir a algo muito antigo ou velho, sendo que originalmente indicava algo surpreendente. Ademais, a origem da expressão popular é bíblica. Em suma, após o Dilúvio, Deus sugeriu uma aliança entre Ele e os homens, dessa forma, a aliança foi representada por um arco-íris que surgiu no céu. Enfim, o arco-íris representava o arco da velha aliança, entre Deus e os homens, dando o sentido de surpreendente ou fantástico ao termo.

Já na variação arca-da-velha, significa um baú que senhoras idosas guardam seus pertences, dando ao termo o sentido de velho ou antigo.

2 – Fazer ouvidos de mercador

Vix

Em suma, essa expressão significa não dar ouvidos ou ignorar o que outra pessoa está dizendo. Ademais, a origem de expressões populares como a ‘fazer ouvido de mercador’ parte do princípio que o mercador (viajava de um lugar para outro para vender mercadorias), gritava muito para anunciar seus produtos. Dessa forma, ficava indiferente a quem falava com ele, pois não conseguia ouvir.

Já em outra versão, a palavra correta seria ‘marcador’ (homem que marcava os negros escravos com ferro quente). Pois, apesar dos gritos de dor dos escravos, o marcador fingia não estar ouvindo, prosseguindo então com seu trabalho, já que não podia se sensibilizar.

3 – De meia-tigela

Toda Matéria

Prosseguindo com a origem de expressões populares, temos a expressão ‘de meia-tigela, usada para se referir a pessoas insignificantes. Cuja origem é a época da monarquia portuguesa. Em suma, nessa época os funcionários da realeza eram alimentados de acordo com a função desempenhada. E, essas quantidades estavam definidas em um livro oficial, chamado de ‘Livro da Cozinha del Rei’. Dessa forma, enquanto os funcionários com cargos superiores comiam a tigela inteira, os de hierarquia mais baixa se alimentavam com apenas meia tigela.

4 – Origem de expressões populares: Vá tomar banho!

Petz

Muito usada quando estamos irritados com uma pessoa, a origem de expressões como ‘vá tomar banho’ também tem origem na época da monarquia portuguesa no Brasil. Em suma, naquela época o hábito de tomar banho não era comum, onde os membros da realeza passavam dias com as mesmas roupas, que não eram lavadas. Então, incomodados com o mau cheiro e fartos dos portugueses, os indígenas costumavam mandar os portugueses tomar banho.

Enfim, para os indígenas, o banho era para higiene e também para a purificação. Dessa forma, eles acreditavam que um banho limpava a desonestidade e impurezas da alma, melhorando assim o caráter da pessoa.

5 – Colocar panos quentes

Vix

A expressão popular ‘colocar panos quentes’ é usada quando se quer amenizar uma situação, cujo objetivo é apaziguar um problema. Em suma, a origem da expressão popular tem como base um tratamento terapêutico, onde se aplica panos quentes em determinada parte do corpo para aliviar dores ou sintomas. Pois, o calor ajuda a combater a dor, relaxando os músculos, além de causar uma transpiração resultando na diminuição da temperatura corporal.

Mas, vale lembrar que o tratamento não cura, apenas proporciona uma sensação de alívio temporário. Da mesma forma, o uso da expressão ‘colocar panos quentes’, que não resolve o problema sendo apenas uma solução temporária.

6 – Origem de expressões populares: Tempo é dinheiro

Folha da Terra

Utilizada para indicar que o tempo usado para fazer determinada coisa acaba sendo um tempo vendido, pois a pessoa trabalha e recebe o valor pelo tempo trabalhado. Já em outra interpretação, ‘tempo é dinheiro’ se refere ao tempo livre de uma pessoa que pode ser usado para ganhar dinheiro.

Ademais, a origem de expressões populares como ‘tempo é dinheiro’, é de uma frase dita pelo filósofo grego Teofrastos, que afirmava que ‘o tempo custa muito caro’. Pois ele passava cerca de dois meses escrevendo um livro e, assim o tempo que passou escrevendo retornava para ele sob a forma de dinheiro. Enfim, o físico americano Benjamin Franklin, após ler obras do filósofo chegou à conclusão de que ‘tempo é dinheiro’.

7 – Meter o bedelho

Super Abril

A origem da expressão popular ‘meter o bedelho’ está relacionada a dois significados distintos. Em suma, a expressão é usada para se referir a pessoas intrometidas. No entanto, bedelho se trata de uma pequena tranca posicionada na horizontal entre os batentes de uma porta ou janela, cuja função é fechar ou abrir. Já o outro significado para bedelho seria um trunfo insignificante em jogo de cartas. Dessa forma, acredita-se que o segundo significado está mais relacionado com a origem da expressão.

8 –  Origem de expressões populares: Dar a mão à palmatória

Toda Matéria

‘Dar a mão à palmatória’ significa admitir um erro, confessar algo ou reconhecer que não tem razão. Dessa forma, a origem da expressão popular está relacionada ao antigo objeto chamado palmatória. Em suma, a palmatória era de madeira formada por um cabo com sua extremidade mais larga e arredondada. Que era usada antigamente pelos professores para bater na palma da mão dos alunos, com o objetivo de discipliná-los. Então, quando estavam errados, os alunos davam a mão para que o professor batesse com a palmatória.

9 – A cavalo dado não se olha os dentes

Globo

Em suma, a expressão significa que quando se recebe algo, não se deve fazer exigências ou cobranças sobre o que foi recebido. Dessa forma, a origem de expressões populares como ‘a cavalo dado não se olha os dentes’ está relacionada com a comercialização e cavalos. Pois, era comum antigamente, os compradores observar bem os dentes do animal antes de fechar o negócio. Pois, através do estado dos dentes do cavalo era possível saber se o animal era jovem ou não.

Portanto, com relação a expressão, a ideia é uma análoga. Ou seja, da mesma forma que seria indelicado uma pessoa ficar examinando os dentes de um cavalo que ganhou, seria indelicado questionar sobre um presente que recebeu.

10 – Origem de expressões populares: Dizer cobras e lagartos

Toda Matéria

A expressão pode significar falar mal de uma pessoa ou proferir ofensas para uma pessoa. Dessa forma, a origem da expressão popular está relacionada com a antipatia existente entre a cobra e o lagarto, que são animais antagônicos. Assim como o gato e o rato.

Enfim, agora que você sabe a origem de expressões populares faladas no dia a dia, fica mais fácil de compreendê-las e de usá-las também. Se você gostou dessa matéria, também pode gostar dessa: Ditados populares – 52 expressões e seus verdadeiros significados.

Fontes: Só Português, Lersch Traduções, Toda Matéria

Imagens: Super Abril, Vix, Petz, Folha da Terra, Globo

More in Fatos&Fatos.com