fbpx

Oni – Origem, curiosidades e lendas sobre os demônios japoneses

No folclore japonês, os oni são os demônios que vivem no inferno (jigoku) e aplicam punições sobre os pecadores. Por outro lado, também pode ser benevolentes em alguns casos, ajudando pessoas que consideraram merecedoras.

Além disso, possuem semelhanças com ogros e trolls da cultura ocidental. Isso porque podem sair do inferno e viver nas montanhas, com seus chifres pontiagudos e garras afiadas.

Os oni estão presentes há séculos na arte do Japão, em pinturas, poemas, lendas e teatros. Atualmente, também aparecem em versões modernas de histórias japonesas, como mangás e animes.

Origens dos oni

Oni - origem, curiosidades e lendas sobre os demônios japoneses
Yokai Senjafuda

Os oni fazem parte do grupo dos youkai, as criaturas sobrenaturais do folclore japonês. Apesar do nome ser normalmente traduzido como demônio, ele possui raiz no significado de “oculto”. No Japão antigo, por exemplo, qualquer tipo de criatura sobrenatural recebia o nome.

As lendas dizem que eles nascem humanos, mas transformam-se nas criaturas caso tenham cometido muitas atrocidades em vida. Após a morte, eles são renascidos como oni, na função de servos do Grande Lorde Enma, senhor do Jigoku.

A principal função das criaturas é aplicar punições nos pecadores enviados ao inferno. As torturas no submundo envolvem atos como descascar peles e esmagar ossos.

Diferente dos oni, entretanto, esses pecadores não foram suficientemente maus para renascer na forma sobrenatural.

Apesar disso, existem humanos considerados tão perversos que podem ser transformados em oni ainda em viva. São esses, portanto, que habitam as montanhas e representam ameaças para a humanidade.

Característica

Oni - origem, curiosidades e lendas sobre os demônios japoneses
wallhere

As representações dos oni no folclore japonês trazem muitas formas, mas geralmente incluem garras e presas afiadas, com cabelos desgrenhados e a presença de um ou dois chifres. Ainda que alguns tenham formas humanoides, outros são dotados de traços não-humanos, como vários olhos ou membros.

Os tons de pele também são variados, podendo aparecer em qualquer cor. Apesar disso, os mais comuns utilizados nas representações são preto, azul, vermelho, rosa e verde. Em alguns casos, eles também aparecem portando armas – como katana, espada longa, ou kanabô, bastão pontiagudo – e peles de tigres.

Todos os oni também são dotados de força extrema, além de alguns terem poderes de feitiçaria.

Oni no folclore japonês

Oni - origem, curiosidades e lendas sobre os demônios japoneses
Japanese Tales

Ao longo de séculos, os oni deram origem a uma série de contos e lendas no folclore japonês. Festivais e tradições ligadas às criaturas ainda são encontradas em várias regiões do Japão, incluindo cerimônias para manter os demônios afastados.

No Namahage Matsuri, por exemplo, grupos utilizam máscaras de oni e batem de porta em porta para incentivar as crianças a se comportarem e obedecerem os pais.

Apesar disso, hoje em dia eles são encarados como criaturas ligadas a funções de proteção. Em festivais tradicionais, é comum que participantes utilizem fantasias de oni para espantar as energias negativas durante a celebração.

Em algumas construções é possível encontrar telhas conhecidas como onigaware, utilizadas para afastar a má sorte no local.

Lenda Namahage

Oni - origem, curiosidades e lendas sobre os demônios japoneses
All About Japan

O festival Namahage remete a uma antiga lenda japonesa, com algumas versões diferentes. Segundo um mito de Akita, o festival data da época do imperador Wu de Han, que teria trazido cinco ogros demoníacos ao vir da China.

Logo após a chegada, os monstros foram morar nos dos picos mais altos da região, onde roubavam colheitas e jovens mulheres. Diante disso, os moradores da região decidiram fazer uma posta com os demônios. Eles deveriam construir um caminho de pedra com comprimento de mil passos, mas deveriam realizar o trabalho em apenas uma noite.

Os demônios estavam próximos do fim do trabalho, mas um morador da aldeia imitou o canto de um galo e os oni acreditaram que a noite estava chegando ao fim. Dessa maneira, as criaturas pararam de trabalhar e perderam a aposta, deixando a aldeia em paz.

Fontes: Caçadores de Lendas, Rádio J-Hero, L5A

Imagens: wallhere, All About Japan, Yokai Senjafuda, Dead By Daylight, Japanese Tales

More in Fatos&Fatos.com