fbpx

Odisseia, o que é? História, origem e curiosidades do poema épico

A Odisseia é um dos principais documentos históricos a respeito da Grécia Antiga, mas existem outras questões associadas a esse poema épico. Em resumo, se trata de um livro criado pelo poeta grego Homero, entre os séculos IX e VII a.C.

Primeiramente, o nome Odisseia surge de “Odysseus”, o nome do herói grego e rei de Ítaca. Entretanto, esse herói costuma ser conhecido como Ulisses nos países latinos. Portanto, esse poema épico narra as aventuras de Ulisses, especificamente no período de 10 anos após a Guerra de Troia.

Ou seja, apresenta seu retorno à terra natal de Ítaca, assim como a jornada que cumpriu em toda essa viagem. Além de ser uma importante obra para estudo da Antiguidade, a palavra odisseia se popularizou com outros sentidos, em especial pela relação com a história de Ulisses.

Odisseia, o que é? História, origem e curiosidades do poema épico
Fonte: Cultura Genial

A Odisseia de Homero

Em primeiro lugar, a Odisseia é um poema épico. Ou seja, não apresenta um formato narrativo de prosa. Sendo assim, a história foi escrita em 24 rapsódias, que são fragmentos de um poema, e dividido em três partes. Entretanto, essa separação acontece de maneira implícita no desenvolvimento do enredo.

Nesse sentido, a primeira parte da Odisseia aborda a ausência de Ulisses no reino de Ítaca. Mais especificamente, quando o rei parte para a Guerra de Tróia, e não retorna após os dez anos de duração e eventual encerramento da batalha. Eventualmente, seu filho Telêmaco parte para encontrá-lo.

Entretanto, Telêmaco passa por provações para lutar contra adversários de Ítaca, buscando dominar o território e esposar sua mãe Penélope. Porém, com a ajuda da deusa Atena consegue escapar e partir para sua missão.

Logo em seguida, a Odisseia foca nas aventuras de Ulisses e o que aconteceu quando se encerrou a Guerra de Tróia. Em contrapartida ao pensamento de sua família, o herói vagou sem rumo no mar porque não conseguia encontrar as rotas de retorno para seu reino. Desse modo, enfrentou acontecimentos que o desviaram do plano inicial de retorno.

Como exemplo, têm-se o mito de Ulisses e Calipso, uma ninfa do mar que deteve o herói na ilha de Ogígia porque se apaixonou por ele. Consequentemente, o rei de Ítaca passou mais de sete anos detido com a ninfa, sendo liberto por causa da intervenção de Atena.

Por fim, a última parte tem como foco a vingança de Ulisses quanto aos pretendentes de Penélope. Em resumo, o herói retorna para casa após vinte anos, disfarçado de mendigo para se vingar das traições cometidas durante a sua ausência. Eventualmente, revela sua identidade para a própria família e reassume o reino de Ítaca.

Odisseia, o que é? História, origem e curiosidades do poema épico
Fonte: Super Interessante

Quem foi Homero?

Em primeiro lugar, Homero foi um poeta épico da Grécia Antiga, cujas principais obras são os poemas Ilíada e Odisseia. Por essa perspectiva, acredita-se que esse autor nasceu no ano de 928 a.C e faleceu em 898 a.C, ou seja, com cerca de 30 anos de idade.

Além disso, a História investiga que o poeta grego nasceu em Esmirna, região que corresponde atualmente à Turquia. Entretanto, existem teorias que localizam seu nascimento e crescimento em oito cidades diferentes. No geral, sua origem é tão enigmática quanto seus feitos e produções.

Basicamente, não há registros históricos palpáveis sobre a vida do autor em si, e nem dos eventos que descreveu em suas obras. Por essa perspectiva, pode-se citar outros autores da Grécia Antiga, como Heródoto, que afirmavam a presença do autor quatro décadas antes do nascimento que se tem registrado.

Por outro lado, as investigações a respeito dos relatos em Ilíada e Odisseia permanecem em desenvolvimento, pois a principal intenção é determinar o que seria fato e o que seria ficção. De qualquer modo, a contribuição desse autor aos estudos da Antiguidade são essenciais para um mapeamento de culturas e crenças tradicionais desse período.

Curiosidades sobre a Odisseia

Como citado anteriormente, a palavra odisseia tornou-se uma expressão comum, com outras designações. No geral, está associada à ideia de uma longa jornada, com desafios, atribulações, conquistas e derrotas até a conclusão de um objetivo. Ou seja, tem relação direta com as aventuras de Ulisses no poema épico de Homero.

Nesse sentido, esse poema épico se configura como um dos principais poemas épicos da Grécia Antiga. Por essa perspectiva, representa um documento do imaginário da Grécia Antiga, em especial pela presença de elementos narrativos tradicionais da mitologia.

Por fim, reúne importantes figuras e apresenta outros mitos em sua totalidade. Como exemplo, as interferências de Atena na jornada de outros heróis e a própria narrativa de Calipso, em sua busca pelo amor eterno.

E aí, gostou de conhecer sobre a Odisseia? Então conheça Circe – Histórias e lendas da feiticeira mais poderosa da mitologia grega.

Fontes: Turma 28 | Toda Matéria | Brasil Escola | Significados

Imagens: Escola Britannica | Cultura Genial | Super Interessante

More in Fatos&Fatos.com