Obras de Monteiro Lobato – 12 livros para conhecer o trabalho do autor

As obras de Monteiro Lobato fazem parte da herança cultural brasileira. Sendo assim, conhecer algumas de suas publicações permite conhecer elementos da literatura nacional, principalmente o gênero infantil.

Mas quem foi Monteiro Lobato? Em resumo, foi um importante escritor, jornalista e editor brasileiro cujo destaque surge em detrimento da obra “O sítio do pica-pau amarelo”. Por essa perspectiva, vale citar que essa obra conta com 23 volumes diferentes, além de já ter sido adaptada para outros formatos.

No geral, esse autor brasileiro é considerado um dos maiores autores de histórias infantis do país. Ademais, considera-se que quem deu início à literatura infantil no Brasil foi ele, também participando da difusão desse gênero na América Latina. Apesar das polêmicas envolvendo sua vida, as obras de Monteiro Lobato representam uma visão cultural do Brasil do século XIX.

Quais são as obras de Monteiro Lobato?

Como citado anteriormente, Monteiro Lobato foi um escritor e jornalista, com trabalhos em diversas áreas. Desse modo, na literatura não foi diferente, mas no agrupamento das obras desse autor existem majoritariamente histórias infantis.

Basicamente, são livros associados ao universo do Sítio do Pica-pau Amarelo, além de outras produções independentes. Conheça as obras de Monteiro Lobato a seguir:

1) A menina do narizinho arrebitado, a primeira obra de Monteiro Lobato do gênero infantil

Obras de Monteiro Lobato - 12 livros para conhecer o trabalho do autor
Fonte: Cultura Genial

Primeiramente, essa obra de Monteiro Lobato foi publicada em 1920 e representa o início da carreira do autor no gênero infantil brasileiro. Desse modo, consiste na primeira obra ambientada no Sítio do Pica-pau Amarelo, dando origem à série que viria a seguir.

Nesse sentido, apresenta ao mundo os personagens desse universo, como a protagonista Narizinho e a sua boneca de pano Emília. Sendo assim, narra as aventuras da menina Lúcia, cujo apelido é Narizinho, e suas aventuras no sítio de sua avó.

2) Reinações de Narizinho

Obras de Monteiro Lobato - 12 livros para conhecer o trabalho do autor
Fonte: eBiografia

Basicamente, esse livro reorganizou os contos e personagens contidos na primeira obra de Monteiro Lobato. Sendo assim, também apresenta os primeiros contos situados no Sítio do Pica-pau Amarelo. Além disso, narra cada personagem com maior detalhamento.

Por outro lado, Reinações de Narizinho conta pequenas aventuras vividas por parte dos personagens. Ademais, aprofunda na conexão entre realidade e fantasia, característica que marca profundamente as narrativas do autor.

3) O saci, a obra de Monteiro Lobato que aprofundou a narrativa folclórica

Obras de Monteiro Lobato - 12 livros para conhecer o trabalho do autor
Fonte: Cultura Genial

Em primeiro lugar, esse livro foi publicada em 1921 e apresenta 28 capítulos. Nesse sentido, além de entreter as crianças busca apresentar o escopo da cultura interiorana brasileira. Para isso, desenvolve a narrativa de personagens caricatos, e apresenta o Saci como um símbolo cultural, não somente um elemento narrativo.

Além disso, a obra de Monteiro Lobato surgiu após profundas pesquisas a respeito do Saci. Em resumo, existem relatos em sua biografia que o autor pesquisou profundamente a respeito das características do personagem antes de escrever sobre ele. Ademais, Monteiro Lobato alterou o teor dos contos tradicionais e adaptou os textos ao público infantil, apresentando as aventuras de jeito leve.

4) A chave do tamanho

Obras de Monteiro Lobato - 12 livros para conhecer o trabalho do autor
Fonte: eBiografia

Curiosamente, esse livro publicado em 1942 tem como cenário o período histórico vivido na época. Em resumo, a obra de Monteiro Lobato aborda as dificuldades vividas na Segunda Guerra Mundial. Entretanto, se apresenta de maneira atemporal quando o assunto é a dura realidade.

Nesse sentido, o livro mistura ficção e realidade, a fim de apresentar o que estava acontecendo no mundo através da boneca Emília. Basicamente, descreve a aventura da boneca de pano para encontrar a chave da guerra e desligar o conflito, buscando salvar as pessoas.

5) Fábulas, a obra de Monteiro Lobato onde os animais são os protagonistas

Obras de Monteiro Lobato - 12 livros para conhecer o trabalho do autor
Fonte: Estante Virtual

Nessa obra de Monteiro Lobato, os animais são os principais personagens. Desse modo, o autor reconta grandes clássicos infantis, apresentando Dona Benta, a avó de Narizinho, como narradora.

Mais do que histórias divertidas, cada capítulo apresenta uma importante lição de moral. Além disso, os bichos falam, pensam e agem como homens, entregando mensagens significativas através de aventuras cotidianas.

6) Histórias de Tia Nastácia

Obras de Monteiro Lobato - 12 livros para conhecer o trabalho do autor
Fonte: Cultura Genial

Antes de mais nada, Tia Nastácia também faz parte do universo do Sítio do Pica-pau amarelo. Desse modo, é representada por uma mulher negra e mais velha, conhecida por cozinhar muito bem.

Nesse sentido, a obra de Monteiro Lobato, publicada em 1937 apresenta 43 contos narrados pela personagem. Em resumo, cada conto apresenta um detalhe do folclore brasileiro. No geral, Tia Nastácia costuma representar a sabedoria popular brasileira, mas existem polêmicas associadas aos estigmas em sua retratação.

7) História do mundo para as crianças, a obra de Monteiro Lobato que mistura conhecimento com entretenimento

Obras de Monteiro Lobato - 12 livros para conhecer o trabalho do autor
Fonte: Estante Virtual

Também, esse livro apresenta Dona Benta como narradora. Sobretudo, a obra de Monteiro Lobato busca conectar a história do mundo com o gênero infantil, pois posiciona a avó do Sítio do Pica-pau Amarelo como um canal para compartilhamento dos eventos históricos. Mais ainda, a narrativa apresenta os acontecimentos com maior didática e fantasia.

8) Memórias da Emília

Fotografia da capa do livro para ilustração do item
Fonte: eBiografia

Sobretudo, a boneca de pano Emília costuma ser associada à curiosidade das crianças. Dessa forma, a obra de Monteiro Lobato “Memórias da Emília” apresenta importantes reflexões filosóficas adaptadas ao público infantil.

Em resumo, Emília se une ao sábio Visconde de Sabugosa para construir um livro com suas próprias memórias. Como sempre, a obra mistura realidade e ficção para abordar temas como vida e morte, crescimento e amadurecimento.

9) Geografia de Dona Benta, a obra de Monteiro Lobato com uma viagem pelo mundo

Fotografia da capa do livro para ilustração do item
Fonte: Estante Virtual

Além de apresentar fatos históricos, Dona Beta protagonizou outra obra de Monteiro Lobato em 1935, mas dessa vez com a geografia. Sendo assim, é um livro cuja proposta se assemelha ao “Histórias do mundo para crianças”, onde a simpática avó apresenta a estrutura do globo aos seus netos.

Mais ainda, o autor leva seus leitores a uma verdadeira viagem, pois mistura ficção e realidade para abordar sobre as guerras, disputas de poder. Desse modo, utilizou da imaginação para orientar o aprendizado, considerando que nesse período as escolas tinham um sistema de ensino guiado pela repetição de conteúdos.

10) Caçadas de Pedrinho

Fotografia da capa do livro para ilustração do item
Fonte: eBiografia

Normalmente, Pedrinho é apresentado aos leitores como um menino valente e também arruaceiro, pois está sempre arranjando encrenca no sítio. Desse modo, a obra narra uma de suas aventuras, mais especificamente na caçada de um animal feroz que rondava o terreno.

Entretanto, muitos consideram esse livro o mais problemático entre as obras de Monteiro Lobato. Basicamente, apresenta fragmentos de teor racista e que relativiza a agressão contra animais. Porém, a história passou por uma reformulação recente, levando em conta essas questões.

11) O Picapau Amarelo

Fotografia da capa do livro para ilustração do item
Fonte: Cultura Genial

No geral, essa é a obra mais famosa de Monteiro Lobato. Primeiramente, o livro começa com uma carta do personagem Pequeno Polegar para Dona Benta. Nesse sentido, a figura solicita a mudança dos personagens do mundo da fantasia para o Sítio do Picapau Amarelo.

Desse modo, Dona Benta precisa montar um plano para que todos possam coexistir pacificamente, e para isso decide expandir a propriedade do sítio. Como consequência, personagens como Peter Pan, Chapeuzinho Vermelho e Branca de Neve passam a viver aventuras com os membros do Sítio do Picapau Amarelo.

12) Urupês, a obra de Monteiro Lobato que marcou sua estreia como escritor

Fotografia da capa do livro para ilustração do item
Fonte: eBiografia

Ainda que não seja do universo da literatura infantil, essa obra de Monteiro Lobato é importante porque marcou o início de sua carreira como escritor. Desse modo, apresenta uma série de histórias reais e fictícias a respeito da região paulista, onde o autor nasceu e morou por grande parte da vida.

Além disso, foi publicado em 1918 e apresenta personagens importantes, como o Jeca Tatu. Eventualmente, esse representante do sertanejo brasileiro passou por transformações, mas era apresentado como um indivíduo preguiçoso e acomodado a princípio.

E aí, gostou de conhecer as obras de Monteiro Lobato? Então leia sobre Primeiro livro do mundo, qual é? Evolução dos livros e impressão moderna.

Fontes: Estante Virtual | eBiofrafia | Cultura Genial

Imagens: Cultura Genial | eBiografia | Estante Virtual

More in Fatos&Fatos.com