Língua branca, o que é? Causas, sintomas e como tratar

Em primeiro lugar, a língua branca costuma ser um indicador do organismo sobre o crescimento excessivo de fungos e bactérias na boca. Nesse sentido, a sujeira e as células mortas da boca tendem a ficar presas entre as papilas inflamadas. Como consequência, surgem as placas brancas espalhadas na superfície da língua.

No geral, esse estado surge quando há condições favoráveis para a proliferação de fungos e bactérias. Sobretudo, esse processo acontece com pessoas que não tem uma higiene bucal adequada. Porém, questões como um sistema imune enfraquecido também são agravantes para o aparecimento dessas placas.

Sendo assim, é possível que crianças, idosos ou pacientes com doenças autoimunes apresentem língua branca. Contudo, há outras causas e diferentes formas de tratamento para cada situação.

O que causa a língua branca?

A princípio, existem causas variadas para a língua branca. Desse modo, complicações como a candidíase oral, ou o sapinho, podem ser citados como causadores dessas placas na boca. Comumente, bebês ou idosos acamados apresentam essa doença por conta do crescimento excessivo de fungos.

Entretanto, adultos com a higiene bucal inadequada ou em tratamentos contínuos com antibióticos podem apresentar esse problema. No geral, a candidíase oral ainda acompanha mau hálito, ardência nas regiões afetadas e alteração do paladar. Por outro lado, doenças autoimunes como o líquen plano geram inflamações no revestimento da boca.

Sendo assim, nota-se manchas brancas na língua e também nas bochechas nos pacientes com esse diagnóstico. Mais ainda, há a presença de aftas e feridas que acompanham o ardor na boca. Ademais, há sensibilidade para comida quente, picante ou ácida.

Em contrapartida, a leucolapsia também causa língua branca. Basicamente, essa doença crônica cria placas brancas nas bochechas, gengivas e na língua. Porém, a higiene bucal não é suficiente para combater as placas, que podem indicar inclusive sintomas iniciais de um câncer na boca.

Nessa perspectiva, vale ressaltar que essa enfermidade acontece principalmente com fumantes. Além disso, é comum naqueles que tem boca ressecada e até quem consome certos alimentos mais ácidos com muita frequência. Entretanto, há agravantes do estado de saúde que facilitam o surgimento da língua branca, como sinusite e asma.

Por fim, a sífilis é outra causa comum para a língua branca. Em resumo, essa doença sexualmente transmissível atinge a boca por meio do sexo oral desprotegido. Geralmente, percebe-se feridas na boca, mas também a formação de placas em decorrência dos fungos e bactérias no organismo.

Língua branca, o que é? Causas, sintomas e como tratar
Fonte: Sorrisologia

Quais são os sintomas e como tratar?

Apesar das placas brancas e esbranquiçadas na superfície da língua serem o sintoma principal, existem outros componentes. Em primeiro lugar, dependendo da causa dessa complicação percebe-se sensibilidade na região bucal. Além disso, o aparecimento de feridas e aftas também é comum.

Mais ainda, é comum que haja alteração no paladar ou na textura da língua. No geral, os pacientes afirmam sentir como se houvesse um algodão na boca. Sobretudo, o mau hálito é o sintoma mais presente, assim como a ardência. Por fim, reações de queda de imunidade se fazem presentes.

Comumente, os sintomas da língua branca podem ser tratados com uma higiene bucal adequada, além do consumo frequente de água. Nesse sentido, é fundamental escovar e limpar os dentes corretamente, usando de fio dental e enxaguante bucal. Contudo, recomenda-se visitar um médico para identificação do caso específico que causou o aparecimento das placas.

Ademais, a prevenção acontece por meio de visitas regulares ao dentista e hábitos regulares de higiene bucal. Portanto, não basta somente escovar o dente, pois é necessário trocar a escova de dente na frequência correta. Mais ainda, exames de sangue e rotineiras aos médicos facilita na identificação prévia de fungos e bactérias no organismo.

E aí, aprendeu sobre língua branca? Então leia sobre Cidades medievais, quais são? 20 destinos preservados no mundo.

Fontes: Tua Saúde | Sorrisologia | Colgate

Imagens: Sorrisologia

More in Fatos&Fatos.com