La Pascualita, quem é? História da noiva cadáver do México

Certamente muitas pessoas conhecem a história ou já viram alguma imagem de “La Pascualita”, visto que ela é uma das lendas mais conhecidas de todo o México.

La Pascualita é um manequim feminino que apareceu pela primeira vez na vitrine da loja de noivas La Popular, em 25 de março de 1930. Quase imediatamente, os moradores de Chihuahua sentiram que havia algo de errado com o manequim.

Ela parecia muito realista para ser um simples manequim, desde seu cabelo humano até as rugas em suas mãos e as veias dilatadas em suas pernas.

Para tornar a lenda ainda mais bizarra, o manequim foi confeccionado pela antiga dona da La Popular, Pascualita Esparza Perales Perez que teve a filha morta tragicamente no dia do casamento. Continue lendo para saber mais.

A noiva cadáver

Fonte: Pinterest

Segundo a lenda mexicana, Pascualita Esparza esperava ansiosamente o casamento de sua filha. Inclusive, a proprietária da butique de vestidos teria escolhido o vestido mais elegante e melhor desenhado para sua filha usar durante a festa. No entanto, no dia do casamento da jovem, ela foi picada por uma aranha viúva negra e faleceu antes da cerimônia.

Por causa da perda trágica, os moradores locais não viram Esparza por muitos dias. Quando reabriu sua loja, ela causou grande alvoroço ao instalar na vitrine o manequim ‘La Chonita’, que mais tarde ficou conhecida como ‘La Pascualita’.

A coincidência da exposição do manequim ter acontecido dias após a trágica morte da filha de Esparza, levou os moradores a acreditarem que ela enlouqueceu e preservou o corpo da filha como manequim em vez de enterrar o cadáver, daí o famoso apelido ‘noiva cadáver’.

Características realistas de La Pascualita

La Pascualita - quem é? História da noiva cadáver do México
Fonte: Pinterest

Os boatos de que o manequim era o corpo preservado da filha de Esparza se espalharam rapidamente por Chihuahua. Da mesma forma, os rumores aumentaram por causa do realismo surpreendente do manequim comparado a um corpo real.

Mesmo os trabalhadores da loja que trocam o vestido de La Pascualita toda semana acreditam que estão trocando o vestido de um cadáver embalsamado em vez de um manequim. Aliás, poucas pessoas são treinadas para trocar a roupa de La Pascualita.

Histórias sobre La Pascualita

Fonte: Pinterest

Conforme as histórias sobrenaturais iam se espalhando, os moradores relataram uma série de encontros estranhos com La Pascualita. Uma destas histórias fantasiosas afirma que um mágico francês se apaixonou pelo manequim.

Assim, ele a visitava todas as noites e usava sua magia para trazê-la de volta à vida. Então, os dois dançavam, bebiam e comemoravam o curto tempo que passavam juntos. Ao amanhecer, La Pascualita sempre voltaria para seu lugar atrás da janela de vidro, congelada na vitrine até que seu feiticeiro retornasse a noite.

Ao longo dos anos foram feitos inúmeros tributos a La Pascualita, canções foram escritas em sua homenagem e até milagres foram atribuídos a ela.

O manequim da noiva é mesmo um cadáver?

Fonte: Pinterest

Hoje, mais de 90 anos após a tragédia, a lenda persiste e os atuais donos da loja, assim como funcionários, afirmam que o manequim é mal-assombrado. Todavia, a ciência discorda dessa teoria.

Para esclarecer, quando uma pessoa morre seu corpo começa a se decompor, a putrefação está em seus estágios iniciais e aos poucos ele se desintegra. Então seria quase impossível preservar alguém para transformá-lo em manequim.

Ademais, a íris do olho perde a cor e os músculos começam a se deteriorar porque não há nada para estimulá-los e não há energia ou sangue para impedir sua decomposição.

Por outro lado, as condições climáticas de Chihuahua não são adequadas para que os corpos sejam preservados ou mumificados naturalmente, a menos que sejam armazenados num refrigerador 24 horas por dia ou esteja inundado com amônia. De outra forma, é impossível preservar um cadáver numa vitrine de loja.

Atrativo turístico

La Pascualita - quem é? História da noiva cadáver do México
Fonte: Pinterest

Por fim, a versão mais aceita sobre a origem do manequim é que ele é uma escultura de cera, esculpido de forma impecável. No entanto, a beleza da noiva emblemática de Chihuahua, continua fazendo da La Popular, a loja de vestidos de noiva mais visitada da cidade.

Além disso, o vestido do manequim é sempre o mais comprado, pois muitas noivas acreditam que ele é um amuleto de sorte para um casamento feliz e bem-sucedido.

Ademais, a popularidade de La Pascualita também a tornou protagonista de reportagens e documentários, além de ter suas próprias contas com milhares de seguidores nas redes sociais.

Gostou desta história? Então, confira a seguir: Múmias, o que são? Como eram feitas, importância e curiosidades

Fontes: E-farsas, R7, Tricurioso, Cadê meu Whiskey

Fotos: Pinterest

More in Fatos&Fatos.com