Hemera, quem é? Origem, mito e habilidades da deusa da luz

Em primeiro lugar, Hemera faz parte da mitologia grega e personifica a luz do dia. Além disso, também representa o ciclo da manhã e se apresenta como guardiã entre a luz e a escuridão. No que diz respeito à sua filiação, essa deusa nasceu junto a Éter, que representa o Ar Elevado respirado pelos deuses.

Ademais, é irmã de Hespérides, uma das deusas primitivas que representam o espírito fertilizados da natureza, ou seja, uma deusa da primavera. Por outro lado, Hemera é filha de Nix, a deusa da noite, e Erebo, o deus da escuridão. Apesar disso, ainda existem versões que a colocam como filha de Cronos com Nix e até alguns mitos que a afirmam como filha de Caos.

De qualquer modo, a deusa da luz integra o panteão de deuses primordiais da mitologia grega. Em outras palavras, esses deuses antecederam o popular panteão dos deuses gregos e fazem parte da criação do mundo, pois representam elementos básicos do Universo.

Origem e mito

Hemera, quem é? Origem, mito e habilidades da deusa da luz
Fonte: Dez mil nomes

No geral, o mito de Hemera tem associação com seus filhos. Nesse sentido, a deusa da luz teve filhos com seu consorte e irmão Éter, que também costuma ser apresentado como uma contraparte de sua existência. Por essa perspectiva, a mitologia grega associa Hemera como mãe de Gaia, Urano e Talassa, três importantes figuras para o desenvolvimento das narrativas mitológicas.

Basicamente, Gaia representa a Terra enquanto Urano representa o Céu. Por outro lado, Talassa costuma estar associada à origem dos oceanos. Além disso, foi a partir desses três elementos primitivos que o Universo como é conhecido surgiu, de acordo com a mitologia grega. Por outro lado, vale ressaltar que Gaia, por exemplo, é considerada a mãe dos ciclopes, titãs e gigantes.

Apesar de haverem outras versões que associam o nascimento dos três ao Caos, outro deus primordial, o mito de Hemera perpassa pela sua maternidade. Por essa perspectiva, a mitologia narra que quando Hemera deu a luz a Urano e Gaia ouviram-se fortes estrondos em todo o Universo, tamanha a força dos seres que estavam nascendo.

Mais ainda, Hemera costuma estar associada ao nascimento de outros seres não antropomorfizados, ou seja, que não tomaram forma humana. Comumente, a figura da Tristeza, da Ira e da Mentira são os principais exemplos citados.

Hemera e Nix

Como citado anteriormente, Nix é a mãe de Hemera e representa a noite. Desse modo, ambas coexistem e desempenham uma importante função na manutenção dos ciclos diários. Sendo assim, acredita-se que ambas ocupam o mesmo palácio para além do mundo visível, mas nunca estão juntas.

Primeiramente, Hemera deixa o palácio todas as manhãs para dispersar as sombras da noite e iluminar o Universo com luz. Em contrapartida, sua mãe Nix espera o período do entardecer para trazer o véu da noite sobre o mundo novamente. No geral, ambas somente se encontram durante o nascer e pôr-do-sol, quando a Lua e o Sol se misturam no céu.

Ainda nessa perspectiva, a mitologia conta que Hemera e Hespérides nasceram para auxiliar Nix na manutenção da natureza. Por um lado, Hemera atua principalmente com o amanhecer e a aurora, enquanto Hespérides representa o entardecer. Dessa maneira, Hespédires desempenha um papel intermediário entre a manhã e a noite, trabalhando ao lado de sua mãe e irmã.

Habilidades da deusa da luz

Hemera, quem é? Origem, mito e habilidades da deusa da luz
Fonte: Riordan Wiki

Sobretudo, o fato de Hemera ser uma deusa primordial a faz ser uma figura com grandes poderes, principalmente por estar associada ao surgimento do Universo. Desse modo, estima-se que a deusa da luz costuma ser mais poderosa durante a manhã, além de se empoderar em espaços iluminados.

Nesse sentido, Hemera também pode invocar a luz e manipular esse elemento. Por exemplo, criando feixes luminosos e iluminando todo um espaço. Além disso, a deusa primordial poderia viajar através da luz, em um processo semelhante ao que a deusa Íris faz com os arco-iris. Basicamente, Hemera utiliza da expansão de uma onda luminosa para transitar entre espaços.

Por outro lado, acredita-se que a deusa ainda apresenta a habilidade de curar ferimentos e diminuir a dor, o que parece ter relação com sua natureza materna. Ademais, no que diz respeito à sua função de manutenção dos ciclos das manhãs, Hemera apresenta a habilidade de controlar o movimento de rotação dos planetas. Desse modo, consegue transformar a noite em dia.

E aí, gostou de aprender sobre Hemera? Então leia

Fontes: Riordan Wiki | Dez mil nomes | Eventos Mitologia Grega | Spartacus Brasil | Portal dos Mitos

Imagens: Riordan Wiki | Dez mil nomes | Pinterest

More in Fatos&Fatos.com