Hécate, quem é? Origem e história da deusa da mitologia grega

De acordo com a mitologia grega, Hécate é uma deusa conhecida por muitos nomes, muitos cultos e atribuições. Por exemplo, ela é chamada de deusa tríplice, deusa dos encantamentos, deusa dos caminhos e Senhora da Encruzilhada. Além disso, é adorada pelas devotas da Wicca, sendo conhecida como a deusa das bruxas ou a virgem, a mãe e a anciã.

Considerada como uma deusa completa, Hécate é a única entidade da época dos Titãs que manteve sua autoridade mesmo após os deuses reclamarem o poder do universo. Cuja força e domínio se manteve pelos céus, pela terra, mares e sobre submundo. Sendo honrada pelos deuses que a respeitavam e mantiveram seu poder sobre o mundo e submundo.

Também chamada de Perséia, Hécate era filha dos Titãs Astéria (a noite estrelada) e de Perses (deus da luxúria e destruição). No entanto, foi criada por Perséfone (rainha dos infernos), onde vivia. Inicialmente, Hécate morava no Olimpo, mas despertou a ira de sua mãe ao roubar um pote de carmim. Então, ela fugiu para a terra, por se tornar impura foi levada ao submundo para ser purificada e acabou presidindo cerimônias e rituais de purificação e expiação.

Quem é Hécate?

Mitos e Lendas

Em grego o nome Hécate significa ‘a distante’, ‘aquela que age como lhe agrada’ ou ‘aquela que fere à vontade’. Em suma, a deusa Hécate era muito respeitada pelos deuses da Grécia Antiga. Por isso, Zeus lhe concedeu o poder de negar ou conceder desejos aos mortais e imortais.

Hécate era uma das deusas mais antigas da Grécia pré-helênica. Inicialmente, era cultuada na Trácia como a representação arcaica da deusa triforme, ora representada por três corpos ora com um corpo e três cabeças. Ademais, levava em sua cabeça uma tiara com a crescente lunar e estrelas que iluminava os caminhos, uma ou duas tochas nas mãos e serpentes em seu pescoço.

Além disso, suas três faces simbolizam a virgem, a mãe e a velha senhora. Dessa forma, Hécate teria o poder de olhar para três direções ao mesmo tempo, podendo ver o destino, o passado que pudesse interferir no presente e prejudicar o futuro. Por fim, suas três faces simbolizavam seu poder sobre o submundo, onde ajudava a deusa Perséfone nos julgamentos dos mortos.

Também é associada com a noite, com a lua nova ou negra, com a magia, profecias, cura e com os mistérios da morte. Dessa forma, é tida como a dona do ciclo natural da vida, do nascimento, amadurecimento, morte e renovação. Além de ser conhecida como a Senhora dos Mistérios e das encruzilhadas, dos cães e dos caminhos e do mundo subterrâneo.

Para a mitologia romana, Hécate é conhecida como Trívia, a deusa das encruzilhadas, que andava acompanhada de seus cães, lobos e ovelhas negras. Dessa forma, era considerada como uma divindade tripla, lunar, infernal e marinha, por isso, os marinheiros consideravam Hécate como sua deusa titular, lhe pedindo que lhes proporcionasse uma boa travessia em suas viagens.

História da deusa Hécate

Pinterest

Filha dos Titãs Astéria e Perses, neta de NYX, deusa ancestral da noite, por isso, Hécate, também chamada de Perséia, é considerada como a ‘Rainha da Noite’. No entanto, a deusa Hécate não possui um mito próprio, sua história é contada através de seus atributos e feitos na mitologia grega. Portanto, na época pré-olímpica, Hécate era conhecida por suas qualidades, tais como:

  • Provedora de bens e favores
  • Concessora de prosperidade e abundância
  • Dispensadora do dom da eloquência
  • Orientadora da vitória nas batalhas e nos jogos
  • E favorecedora da pesca, do plantio e da colheita

Acreditava-se que Hécate espalhava sua benevolência para os homens, concedendo graças aos que pediam. Por exemplo, dava dom da eloquência política, vitória nas batalhas, proporcionava abundância de peixes e fazia prosperar ou definhar o gado. Além de ser a protetora das crianças e curandeira de jovens e mulheres. Então, como retribuição, as pessoas colocavam estátuas da deusa na entrada das cidades e das casas e durante a noite, os moradores deixavam comida na porta de suas casas ou em encruzilhadas para os cães de Hécate.

Por fim, Hécate com Eetes, gerou a feiticeira Circe, deusa da noite com um imenso poder da alquimia. De acordo com a mitologia grega, Circe criava venenos, poções mágicas, além do poder de transformar homens em animais.

Atributos da deusa Hécate

Pinterest

Além dos nomes já citados, Hécate também era conhecida como:

  • KLÊIDOUCHOS – guardiã das chaves, ou seja, é Hécate quem define o que ou quem pode cruzar portas e portais e o que se inicia ou encerra dentro do mistério.
  • PRYTANIA – rainha dos mortos, responsável por conduzir as almas durante a passagem entre os mundos. Além disso, tem o poder de regeneração, por isso, é invocada no desencarne e nos nascimentos.
  • EINALIA – rainha das águas escuras, governa as águas profundas e até mesmo nosso subconsciente.
  • PROTYRAIA – guardiã no parto, trazendo vida longa, saúde e boa sorte ao nascido e a parturiente.
  • PHOSPHOROS – guardiã do inconsciente e guia das almas na transição.
  • KOUROTROPHOS – guardiã das crianças.
  • PROPOLOS – responsável por iluminar a busca da transformação espiritual e o renascimento.
  • TRIODITIS ou ENODIA – protetora dos viajantes, senhora dos caminhos e dona das encruzilhadas de três pontas.
  • PROPYLAIA – guardiã das casas, portas e das famílias.
  • TRIFORMIS ou TRICEPHALUS – responsável pelos feitos mágicos e feitiços. Dessa forma, é representada com pilares ou estátua de três cabeças e seis braços que segurava suas insígnias sagradas. Como a tocha (ilumina o caminho), uma chave (abre portais), uma serpente (atadora e reveladora dos mistérios e promotora das transmutações), cordas (conduzem as almas e reproduz o cordão umbilical do nascimento) ou adaga (que corta ilusões e medos).
  • KRATEIS – propicia o trânsito e governa os ciclos.
  • KHTONIA – senhora da sabedoria, padroeira do inverno, da velhice e das profundezas da terra.

Elementos que simbolizam a deusa

Mitos e Lendas
  • Ervas – salgueiro, teixo, mandrágora, cíclame, hortelã, cipreste, tamareira, dente-de-leão.
  • Elementos naturais – água e terra.
  • Pedras – ônix, turmalina negra.
  • Cores -preto, azul, vermelho, branco, dourado, cinza.
  • Dia da semana – sábado ou segunda-feira.
  • Mês do ano – Agosto
  • Dias de honra a Hécate – 31/01, 27/02, 04/03, 13/08, 21/09, 31/10, 01/11, 07/11, 16/11.
  • Festas de Hécate – 13 de Agosto e 30 de Novembro.
  • Lua – Minguante e Nova.
  • Associações com a deusa- trabalhos psíquicos, mistérios e segredos profundos e escondidos, predição, feitiços e transes.
  • Animais – mariposa, cão, loba.

Oração da Deusa

Pinterest

“Ó Poderosa Hécate,

Faça com que o círculo nunca seja quebrado,

que a terra esteja sempre firme,

Faça com que o vento seja sempre constante,

que o mar esteja sempre agitado,

Faça com que o fogo nunca se apague e sua luz mostre o caminho.

Hécate!

Faça-se sempre viva em minha alma.”

Enfim, a deusa Hécate, da mitologia grega, possui inúmeras características atribuídas a ela devido ao seu grande poder. Como por exemplo, guia das almas, senhora das encruzilhadas, símbolo feminino primordial, orientadora de decisões, entre tantos outros atributos.

Então, se você gostou dessa matéria, também vai gostar dessa: Purgatório – Percepção moderna e religiosa sobre o lugar sobrenatural.

Fontes: Medium, Eventos Mitologia Grega, Trilhas, Astrocentro

Imagens: Rede Brazil News, Mitos e Lendas, Pinterest

More in Fatos&Fatos.com