Harpia: 6 curiosidades da mais fascinante ave de rapina do mundo

Você conhece a harpia? Ela é uma gigante predadora, especialista em capturar serpentes, macacos e preguiças com suas garras de 13 centímetros de comprimento. Também conhecida como gavião real em algumas regiões, ela é a ave de rapina mais poderosa do mundo. Encontrada apenas na região amazônica, a ave é considerada a “mãe de todos os pássaros” para os indígenas.

Na mitologia grega, as harpias eram consideradas as mensageiras dos deuses, descendo à Terra para castigar mortais que tivessem cometido crimes. É uma das mais raras espécies de aves da fauna latino-americana, e corre sério risco de extinção. Conheça 6 curiosidades sobre essa incrível ave de rapina.

1. Uma dieta baseada em animais

(Fonte: Pensamento Verde)(Fonte: Pensamento Verde)

Esta gigantesca ave de rapina é também uma ótima caçadora. Ela é capaz de ficar horas parada vigiando sua presa até atacá-la, de uma maneira muito precisa e rápida, apesar no seu tamanho. Seus alimentos favoritos são as serpentes e mamíferos como filhotes de veado, tatus, preguiças, cotias e macacos.

2. Ela é uma ave monogâmica

(Fonte: ONF Brasil)(Fonte: ONF Brasil)

Outra curiosidade é que as harpias costumam formar casais que ficam juntos pela vida toda. As fêmeas têm um período anual de reprodução, que se estende de setembro a novembro. 

Os casais, aliás, são bem “modernos”: além de os machos serem menores que as fêmeas (eles medem cerca de 60 cm, enquanto elas medem em média 90 cm), é ela que sai para caçar e o parceiro que permanece no ninho cuidando dos filhotinhos.

3. Características de um animal tropical

(Fonte: Paraná Portal)(Fonte: Paraná Portal)

As harpias são animais latino-americanos: seu principal habitat são as florestas tropicais. Elas podem ser encontradas por toda a América Latina, em uma extensão que vai desde o México, passa pela Bolívia, pelo Brasil e segue até o norte da Argentina.

Como habitam as florestas, estas aves são fortemente ameaçadas pela destruição ambiental. Além de sofrerem consequências por questões como o desmatamento, elas mesmas são alvo da caça predatória.

4. Sua caça é extremamente inteligente

(Fonte: Folha de São Paulo)(Fonte: Folha de São Paulo)

A harpia executa também uma estratégia para a sua caça que é considerada muito inteligente. Isto porque, mesmo sendo muito forte, ela é também bastante silenciosa e veloz (seu voo pode chegar até 80 quilômetros por horas). A ave costuma voar baixo e caçar usando as garras enquanto dá um rasante.

Sua precisão na caça também é fruto de sua excelente visão. Ela consegue ver qualquer coisa que meça menos de 2 centímetros e que esteja a 200 metros de distância.

5. A vida longa das harpias

(Fonte: Folha do Bicho)(Fonte: Folha do Bicho)

A harpia costuma viver em média 40 anos, um tempo bastante extenso para uma ave. Quando se reproduz, ela costuma colocar 2 ovos que passam por um período de incubação de 52 dias. Mas, dos filhotes, apenas um consegue sobreviver – isto por conta do cainismo, um comportamento agressivo, típico das aves de rapina, em que um irmão mata o outro. A palavra, aliás, deriva de Caim, filho de Adão e Eva, da tradição bíblica, que teria matado seu irmão Abel.

6. Sua importância enquanto símbolo na América Latina

(Fonte: Folha de Cianorte)(Fonte: Folha de Cianorte)

Por ser grande e majestosa, a harpia se tornou um símbolo de força e de poder em muitos brasões e bandeiras produzidos em várias culturas. Ela é considerada a ave nacional do Panamá, e estampa o brasão deste país. Já no Brasil, ela figura dentro do brasão dos estados do Paraná, de Mato Grosso, do Rio de Janeiro, e outros.

More in Fatos&Fatos.com