fbpx

Eclipse do sol, o que é? Como esse fenômeno acontece

Em primeiro lugar, um eclipse solar é um fenômeno astronômico que acontece quando a Lua se posiciona entre a Terra e o Sol. Como consequência, é formado uma faixa que abrange a superfície terrestre, geralmente de pequeno tamanho. Sendo assim, durante o eclipse essa área fica escura durante um intervalo de tempo ao longo do dia.

No geral, existem duas áreas bem definidas durante o eclipse solar, sendo elas a umbra e a penumbra. Primeiramente, a área umbral é onde acontece o eclipse de forma total, ou seja, onde fica totalmente escuro durante o eclipse. Em contrapartida, a área penumbral determina onde o eclipse ocorre parcialmente, por meio de uma sombra breve.

Ademais, esse fenômeno depende de outras características para ser observado, para além da posição da observação na Terra. Nesse sentido, cabe citar a inclinação da órbita lunar, a distância entre a Lua, a Terra e o Sol. Portanto, se a Lua estiver mais próxima o efeito será mais acentuado, mas quando ela estiver afastada o efeito é menor.

Eclipse Solar - entenda o que é e como esse fenômeno acontece
Fonte: Toda Matéria

Como acontece esse fenômeno?

A princípio, estima-se que o fenômeno do eclipse solar só acontece durante a Lua Nova, porque é somente nesse período que o astro encontra-se entre a Terra e o Sol. Mais ainda, é necessário que a Lua atravesse o plano orbital da Terra. No geral, esse processo acontece apenas duas vezes ao ano por conta da inclinação do seu deslocamento em relação ao globo.

Contudo, estima-se que caso essa inclinação não existisse, ao eclipse solar aconteceria sempre que fosse fase de Lua Nova. Apesar de haverem essas circunstâncias específicas para o surgimento do fenômeno, existem períodos cíclicos para a ocorrência dos eclipses. Sendo assim, estima-se que eles se repetem dentro de um período a partir das mesmas características e ordem.

Em resumo, esse ciclo possui aproximadamente 18 anos e 11 dias, recebendo o nome de Período de Saros. Portanto, é possível que haja dois eclipses solares em um mesmo período, e no máximo cinco.

Tipos e características

Como citado anteriormente, existem fatores de influência na formação de um eclipse solar. Desse modo, a inclinação da órbita lunar e a distância entre a Lua, a Terra e o Sol afetam o fenômeno. Consequentemente, existem tipos diferentes de eclipse solar:

1) Eclipse solar total

Eclipse Solar - entenda o que é e como esse fenômeno acontece
Fonte: VEJA

Em resumo, acontece quando a Lua encontre completamente a luz solar. Sendo assim, o dia torna-se noite durante o período de duração do fenômeno. Ademais, forma-se um círculo luminoso ao redor da Lua no céu.

2) Eclipse solar parcial

Eclipse Solar - entenda o que é e como esse fenômeno acontece
Fonte: Imirante

Por sua vez, o eclipse solar parcial acontece quando somente uma parte do Sol é encoberta pela Lua. Desse modo, não há alterações expressivas na luminosidade do dia. Entretanto, percebe-se uma mudança de formato na luz solar em decorrência da sombra formada.

3) Eclipse solar anular ou anelar

Fotografia de momento astronômico para ilustração do item
Fonte: Dalla Blog

Basicamente, esse tipo de eclipse acontece quando a Lua está mais distante da Terra. Portanto, não há tamanho aparente suficiente para encobrir toda a projeção solar. Consequentemente, é formado uma espécie de anel em torno da sombra lunar.

4) Eclipse solar híbrido

Fotografia de momento astronômico para ilustração do item
Fonte: Gizmodo

Por fim, tem-se o eclipse solar híbrido, que acontece quando há eclipse total em algumas áreas do globo e parcial em outras. Sobretudo, isso acontece em decorrência dos diferentes pontos de observação ao redor da Terra.

E aí, gostou de aprender sobre o eclipse solar? Então leia sobre Cidades medievais, quais são? 20 destinos preservados no mundo.

Fontes: Brasil Escola | Mundo Educação

Imagens: Gizmodo | VEJA | Dalla Blog | Imirante | Toda Matéria | Hypeness

More in Fatos&Fatos.com