fbpx

Companhia cria máscara realista inspirada em pessoas do Japão

No Japão, a companhia Kamenya Omoto iniciou um projeto para criar uma linha de máscaras realistas. Para isso, ela está escolhendo candidatos para adquirir os direitos dos rostos e transformá-los nas impressionantes peças.

Por 40 mil ienes – cerca de R$ 2 mil –, a empresa “compra” a face de uma pessoa para servir de referência para os trabalhos. Depois, os exemplares realistas serão vendidos por um valor próximo a 100 mil ienes (R$ 5 mil).

(Fonte: Kamenya Omoto/Divulgação)
(Fonte: Kamenya Omoto/Divulgação)

Batizado de That Face (Aquela Cara, em português), o projeto desenvolvido pela Kamenya Omoto se tornou um sucesso no Japão. Após o anúncio, a companhia passou a ser procurada por diversas pessoas interessadas em “vender os próprios rostos”.

Mesmo limitado a cidadãos de Tóquio, o número de candidatos superou bastante as expectativas. Por conta disso, a empresa optou por realizar um sorteio para escolher as faces que serão usadas na linha de máscaras.

É importante citar que o grande interesse pode estar relacionado ao retorno financeiro no futuro. Além do valor pago inicialmente pelos direitos, os donos dos rostos das peças mais vendidas ganharão uma porcentagem extra.

(Fonte: Kamenya Omoto/Divulgação)
(Fonte: Kamenya Omoto/Divulgação)

Opções reais e diversificadas

Inspirado no dono da Kamenya Omoto, o primeiro modelo de máscara realista já está em pré-venda. Utilizando fotos 3D como referência, é possível notar o incrível grau de detalhes que ela apresenta.

Segundo a instituição, após realizar a seleção das novas faces para a sua coleção, ela disponibilizará outras opções para o público. Aparentemente, a linha deve ter como referência certos estereótipos da população japonesa.

“Nós compraremos e venderemos seus rostos. Assim, as histórias de ficção científica se tornaram uma realidade. Ninguém sabe o que acontecerá em um mundo cheio de rostos iguais ao seu”, destaca a mensagem no site da empresa.

E aí? Você venderia os direitos do seu rosto ou compraria um desses modelos de máscara? Conte para gente nos comentários!

More in Fatos&Fatos.com