Como o Exército salvou as Olimpíadas de Inverno de 1964

Em 1964, o mundo experimentava o apogeu dos conflitos tácitos gerados pela Guerra Fria entre os Estados Unidos e a União Soviética, que também se encaravam na Corrida Espacial enquanto os americanos morriam na selva sangrenta que foi a Guerra do Vietnã, responsável por ceifar a vida de quase 60 mil soldados, 2 milhões de civis e 250 mil soldados vietcongues.

Em meio a tudo isso, em 29 de janeiro daquele ano, a cidade de Innsbruck, em Tirol, na Áustria, escondida entre os alpes de montanhas azuis e verdes com picos nevados dignos de cartões postais da Europa, sediava os XI Jogos Olímpicos de Inverno. O local foi considerado perfeito para o notório evento por sustentar a antiga reputação internacional do “destino de esportes de inverno”.

Contudo, para o desespero da organização, Innsbruck estava passando pelo mês mais quente em quase 60 anos, tornando toda a mídia sobre as Olimpíadas de Inverno em algo esteticamente indesejado — e também perigoso para os atletas.

A gloriosa intervenção

(Fonte: Pinterest/Reprodução)(Fonte: Pinterest/Reprodução)

Para piorar o cenário idílico, semanas antes do início das Olimpíadas, os atletas Ross Milne, um esquiador australiano, e Kazimierz Kay-Skrzypecki, um luger britânico, morreram enquanto praticavam em um dos campos de treinamento. 

A 26 dias da abertura do evento, a cidade não havia visto um metro cúbico sequer de neve, e o calor tornou as condições tão perigosas que os atletas de bobsled chegaram a apelidar as pistas de “curso do medo”.

Foi então que o governo decidiu convocar o Exército, que chegou com mais de 1,4 milhão cúbicos de neve para poder fazer os Jogos acontecerem de maneira segura. Além disso, os soldados foram incumbidos de colocar mais de 20 mil pedaços de gelo nas encostas das montanhas, transportar blocos de gelo até os locais de competição e encher cuidadosamente os campos com neve suficiente para os esquiadores, lugers e bobsledders.

(Fonte: Ozy/Reprodução)(Fonte: Ozy/Reprodução)

De acordo com um documento oficial do Comitê Olímpico Internacional, o Exército Austríaco trouxe até 706 mil quilos de neve apenas por precaução. E, apesar de todo esse transtorno, os Jogos Olímpicos de Inverno de 1964 foram considerados um sucesso retumbante, batendo a marca recorde de 1 milhão de espectadores, que puderam desfrutar de Innsbruck graças ao esforço dos soldados.

More in Fatos&Fatos.com

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2020 powered by fatos&fatos.com.