Como e do que são feitos 5 embutidos famosos

Os embutidos são alimentos com origem milenar, intimamente ligados ao domínio do fogo pelo homem e, por isso, associados ao uso de processos de cozimento. Dados apontam que há 4 mil anos o homem já utilizava métodos de preservação da carne, tais como a salga e secagem. A inspiração para a técnica teria vindo da simples observação de animais mortos nas áreas próximas ao mar.

Originalmente, eram uma mistura de carne magra com gorduras, que tinham a finalidade de preservar a carne para consumo posterior. Com o tempo e o avanço de tecnologias, o processo de criação de embutidos foi melhorado, de maneira particular quando o ser humano começou a adicionar especiarias no preparo, o que estendia a vida útil do alimento. Mas hoje, do que são feitos esses processados que fazem parte da nossa alimentação?

1. Mortadela

(Fonte: Nova Safra)(Fonte: Nova Safra)

Ingrediente de um dos lanches paulistanos mais tradicionais, a mortadela é um embutido que pode ser produzido a partir de três tipos de carne. Seu método de produção é muito semelhante ao da salsicha. Seu processamento é delicado. Primeiro, as carnes são trituradas em um equipamento chamado cutter. Após isso, são misturadas com água, especiarias e sal. A escolha de quais são utilizados é um critério exclusivo do fabricante.

Ao final do processo, adiciona-se conservantes como o glutamato monossódico. Por fim, a massa que se forma é curada com nitrito de sódio, conferindo a tonalidade rosa que conhecemos. Existem três tipos de mortadela, cuja variação está relacionada com a carne utilizada: Italiana (carnes de diferentes espécies); Bologna (carne bovina e suína); e de ave (carne de ave).

2. Nuggets

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

Os nuggets são um tipo de alimento embutido ultraprocessado. Até 50% de sua composição é filé de peito de frango. O restante é composto por pele de frango e outras gorduras, proteínas vegetais, amido de milho/farinhas e goma. No Brasil, o órgão responsável exige que os nuggets sejam feitos de pelo menos 10% de proteína e no máximo 30% de carboidratos.

Seu processo de produção inicia com o frango e a pele sendo moídos. A massa resultante é resfriada para manter o formato no passo seguinte, que é o empanamento. Ele é passado em uma cobertura líquida de proteínas, carboidratos e gomas, como ovo e leite em pó. Também recebe temperos e uma farinha crocante, geralmente de milho ou trigo. Eles são fritos em gordura vegetal, o que confere o sabor e ajuda a fixar a cobertura.

3. Salsicha

(Fonte: Pexels)(Fonte: Pexels)

A produção de uma salsicha é muito semelhante à de mortadela. É um embutido criado através de uma massa de carne. Ainda que existam marcas que não utilizem produtos químicos, salsichas em geral são feitas de aparas de carne bovina ou suína moídas em máquinas e extraídas por um equipamento semelhante a uma peneira de metal.

No próximo passo, são acrescentadas aparas moídas de galinha e a mistura é combinada até virar uma massa de carne. Nesta fase, adiciona-se sal, especiarias e amido, além de água, xarope de milho ou adoçante e nitrito de sódio. A massa é transformada em purê para ser inserida nos invólucros da salsicha.

4. Linguiça

(Fonte: Pexels)(Fonte: Pexels)

Outro embutido da lista, a linguiça é feita a partir de carnes, gordura, sal e especiarias. As carnes utilizadas na sua produção podem ser de porco, aves, carneiro, bovinos, peixes e frutos do mar. Os dois tipos mais comuns são a calabresa e a toscana.

A diferença entre elas é que a calabresa passa por mais processos, como tratamento térmico e defumação. No demais, ambas recebem ingredientes para conservação, como sal, nitrato e nitrito. Por essa razão, foram inseridos em uma lista da OMS de produtos cancerígenos, junto ao álcool e tabaco.

5. Presunto

(Fonte: Machry Armazém e Bistrô)(Fonte: Machry Armazém e Bistrô)

O presunto é um embutido de carne processada, que possui em sua composição uma quantidade de gorduras saturadas, água, açúcar, estabilizantes, antioxidante, aromatizante, glutamato monossódico, nitrito de sódio e corante.

A maioria deles é feita usando a perna traseira do porco, combinada com uma cura úmida, feita utilizando sal e salitre, além de outros ingredientes. É o salitre que ajuda a combater a intoxicação alimentar e a manter a carne rosada. Por fim, o produto é cozido e embalado.

More in Fatos&Fatos.com

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2020 powered by fatos&fatos.com.