Coceira na mão – Causas e tratamentos para esse incômodo

No geral, a coceira na mão é um indicativo importante a respeito da saúde da pele e do organismo. Nesse sentido, pode indicar um tipo de alergia que surge quando as mãos tem contato com um agente agressor. Como consequência, há irritação da pele, assim como outros sinais e sintomas comuns.

Em primeiro lugar, a alergia nas mãos também é conhecida como eczema nas mãos. Comumente, os primeiros sintomas dessa alergia surgem imediatamente ou até 12 horas depois do contato com o agente. Ademais, a maior parte dos casos acontecem por contato com substâncias presentes em produtos de limpeza, mas há outras causas.

Apesar disso, é comum que a coceira na mão seja confundida com a psoríase. Porém, a psoríase é um tipo específico de ressecamento e descamação da pele. Sendo assim, é fundamental que a pessoa faça uma consulta com o dermatologista. Dessa forma, fica mais fácil encontrar o tratamento indicado.

Coceira na mão - causas e tratamentos para esse incômodo
Fonte: WeMystic

O que causa coceira na mão?

Basicamente, existem quatro causas comuns para a coceira na mão. A princípio, a dermatite de contato é uma delas, pois se trata de uma reação inflamatória. Além disso, agentes externos provocam essa irritação ou alergia.

Nesse contexto, a dermatite pode ser irritativa, quando causada por sabonete, sabão ou outras substâncias químicas. Por outro lado, acontece por causa da alergia a produtos utilizados diariamente, como perfume e hidratante. Em outras palavras, a dermatite alérgica é consequência de um uso extensivo.

Logo em seguida, cabe citar a urticária, outro tipo de reação alérgica da pele. Sobretudo, percebe-se essa causa por meio das lesões vermelhas e inchaços que causam coceira na mão. Em resumo, a urticária acontece por causa de antibióticos, analgésicos, anti-inflamatórios e até vitaminas.

Mais ainda, como citado anteriormente, a psoríase também é uma causa possível para a coceira na mão. Desse modo, se trata de uma doença de pele não contagiosa. Apesar de não haver uma causa definida, estima-se que aconteça por conta de um ataque das células de defesa da pele.

Por fim a pele seca também é uma causa possível para coceira na mão. Geralmente, esse sintoma acontece principalmente durante o inverno. Além disso, os banhos quentes e demorados estimulam a baixa transpiração e causam coceira na mão. Portanto, há diminuição da oleosidade da pele, retirando a camada protetora desse membro.

Coceira na mão - causas e tratamentos para esse incômodo
Fonte: WeMystic

Sintomas e tratamentos

A princípio, os sintomas mais comuns da coceira na mão envolvem irritação na pele e vermelhidão. Contudo, há casos onde também acontecem placas elevadas na pele, descamação e ressecamento intenso. Sobretudo, a coceira intensa e o incômodo constante são os principais indicadores.

Em contrapartida, há casos onde ainda ocorre o inchaço e a formação de placas brancas. No geral, a principal recomendação envolve visitas ao dermatologista para um diagnóstico correto. Ademais, os tratamentos envolvem diversos remédios.

Por exemplo, pode-se consumir antialérgicos e anti-histamínicos para combater as reações alérgicas. Porém, também é comum a indicação de pomadas tópicas e até injeções locais. Além disso, a hidratação e cuidado constante com a região é uma forma de combater a coceira na mão e problemas associados.

No que diz respeito à prevenção, é importante usar sempre luvas de borracha quando em contato com substâncias químicas de limpeza. Entretanto, evitar lavar as mãos com muita frequência e mantê-las hidratadas facilita no cuidado. Mais ainda, seguir os tratamentos corretamente, seja com pomadas ou comprimidos, também auxilia na recuperação.

Apesar disso, é fundamental que a pessoa não faça automedicações. Sendo assim, a primeira medida é consultar um dermatologista especializado nesse tipo de sintoma. Logo em seguida, deve-se acompanhar o tratamento indicado para maior efetividade.

E aí, gostou de entender sobre coceira na mão? Então leia sobre Cidades medievais, quais são? 20 destinos preservados no mundo.

Fontes: Vita Clínica | Tua Saúde | Médico Responde

Imagens: WeMystic

More in Fatos&Fatos.com