Caos, quem é? História do primeiro deus da mitologia grega

Em primeiro lugar, Caos é um deus grego primordial, ou seja, faz parte do grupo de figuras mitológicas responsável pela origem do Universo. Além disso, representa o primeiro deus da mitologia grega, pois foi a partir dele que todos os outros tiveram origem.

Basicamente, representa a desordem em vários aspectos, em especial a que diz respeito ao estado do Universo antes do aparecimento de outros deuses. Nesse sentido, pode simbolizar a organização cósmica antes do Big Bang, seguindo essa teoria e colocando em uma perspectiva científica.

Desse modo, Caos é a personificação da matéria indefinida e desorganizada, onde os elementos encontravam-se dispersos. Apesar disso, em seu corpo encontrava-se toda a matéria prima necessária para a formação de outros seres vivos. Além disso, cabe ressaltar que o deus primordial não apresentava forma humana, e trazia em si tanto o lado feminino quanto o masculino.

Mito do Caos

unnamed.gif (511×287) | Efeito borboleta, Caos tatuagem, Teoria do caos

Porque era um deus primordial, Caos teve a capacidade de criar espontaneamente, ou seja, sem fecundação, outras importantes criaturas. Também consideradas deuses primordiais, Caos é tido como o pai de Nix, a deusa da Noite, Érebro, deus da Escuridão, Gaia, a deusa da Terra. Por outro lado, ainda criou Tártaro, que representa o Mundo Inferior e Eros, que simboliza a Ordem.

Por essa perspectiva, cabe ressaltar primeiramente que Eros representa o oposto de seu pai Caos, pois simbolizava a organização dos elementos. Desse modo, a partir do nascimento desse deus primordial, começou a surgir uma ordenação no Universo. Além disso, foram as habilidades de Eros que permitiu com que seus irmãos criassem a Noite e a Terra, por exemplo.

Sendo assim, Eros e Caos simbolizam uma espécie de yin e yang, principalmente por serem pai e filho. Porém, ainda estão associados à ideia de equilíbrio, tendo em vista que atuaram juntos na criação do Universo. Ademais, somente a partir de todos esses deuses primordiais puderam surgir figuras importantes, como Hemera, a deusa do dia, e Urano, que representou o céu.

Eventualmente, a genealogia dos deuses formou o panteão de deuses gregos, com Zeus, Poseidon e Hades ocupando as principais posições dentro do Olimpo. Sobretudo, essa sequência de acontecimentos é descrita no poema Teogonia, de Hesíodo.

Em contrapartida, Caos e Nix foram responsáveis por gerar as Moiras, conhecidas como as deusas do destino. Resumidamente, essas figuras representam as três mulheres cegas que atuam determinando o destino tanto dos deuses quanto dos mortais. No geral, são representadas como fiandeiras, responsáveis por fabricar, tecer e cortar o que significa o fio da vida dos indivíduos.

Curiosidades e simbolismos

Caos, quem é? História do primeiro deus da mitologia grega
Representação humanoide do deus Caos – Fonte: Tipo Manaus

Primeiramente, a história do deus Caos passou por várias interpretações e mudanças. Porém, um ponto em comum diz respeito à origem do seu nome no grego, pois significa “separar” e “ser amplo”. Desse modo, associa-se ao conceito de desordem em seus diferentes sentidos, seja no Cosmos ou na vida humana.

Apesar das diversas versões a respeito desse deus primordial, a mitologia acerca de sua existência traz algumas lições para os seres humanos da época. Porque Caos representava a desordem e seu filho Eros a ordem, ambos eram símbolos de equilíbrio. Em outras palavras, suas imagens eram utilizadas para ensinar aos homens a importância de viver tanto com o caos quanto com a ordem.

Em contrapartida, Caos não apresentava uma forma humana e se apresenta como uma espécie de força da natureza. Nesse sentido, está presente em todas as coisas de forma inerente. Sendo assim, apesar de seu culto não ser formal, com templos e rituais como acontece com outros deuses, o deus primordial está presente no imaginário popular da Grécia Antiga.

No que diz respeito à atualidade, Caos simboliza o destino, o começo e a origem. Comumente, o deus primordial é estudado como principal marcador do que se consagrou como mitologia grega na atualidade. Em especial, a cronologia o coloca como o responsável por iniciar a máquina que daria origem aos outros mitos e eventuais desdobramentos.

E aí, gostou de aprender sobre Caos? Então leia sobre Odisseia, o que é? História, origem e curiosidades do poema épico

Fontes: Eventos Mitologia Grega | Tipo Manaus | Infoescola

Imagens: Tipo Manaus | Jornal Mitológico

More in Fatos&Fatos.com