Calígula: curiosidades sobre o imperador louco de Roma

Calígula é uma das figuras mais sinistras que já existiram. Sendo considerado como o Imperador Romano mais insano da história de Roma. De acordo com relatos, Calígula era cruel, sádico, depravado e insano. Capaz das práticas mais desumanas. No entanto, aparentemente algumas histórias envolvendo o imperador são exageradas.

Por exemplo, não há nada comprovando que ele cometia incesto com suas irmãs. Ou que ele tentou nomear seu cavalo chamado Incitatus, como cônsul. Dessa forma, muito se debate sobre o que realmente são fatos e o que são mitos relacionados ao polêmico imperador.

Entretanto, mesmo com os exageros, Calígula era realmente considerado louco. Pois, era capaz de cometer as maiores barbaridades. Enfim, seu governo durou de 16 de março de 37 até seu assassinato em 24 de janeiro de 41 d.C. Além disso, Calígula foi o terceiro imperador romano e membro da dinastia Júlio-claudiana. Que foi instituída por Augusto.

Quem foi Calígula?

Conhecimento Científico

O nome Calígula, era na verdade um apelido, Cujo significado é ‘botinhas’. Que foi dado pelos legionários a serviço de seu pai. Pois, achavam graça em vê-lo pequeno vestido de militar e usando ‘cáligas’.  Assandálias usadas pelos soldados. Dessa forma, seu nome verdadeiro era Gaius Julius Caesar Augustus Germanicus (Caio Júlio César Augusto Germânico).

Também conhecido como Caio César, nasceu no ano 12, em Antium, atual Anzio, na Itália. Ademais, era um dos seis filhos do renomado general romano Germanicus e de Agrippina Maior, neta do imperador Augusto.

Em suma, a triste história de Calígula começou quando o Imperador Augusto adoeceu e nomeou Tibério, seu enteado, como sucessor. No entanto, os romanos não gostavam de Tibério, devido sua perversidade. Então, para que a população aceitasse Tibério, Augusto o convenceu a adotar Germanicus como filho e nomeá-lo como herdeiro.

Então, quando Augusto faleceu, Tibério se tornou imperador de Roma. Logo em seguida, despachou Germanicus em missões diplomáticas pelas províncias romanas. Mas, o pai de Calígula acabou morrendo misteriosamente. Então, furiosa, Agrippina acusou Tibério de ter mandado matar seu marido.

Dessa forma, Tibério ordenou que ela fosse aprisionada em uma ilha, onde morreu de fome. Da mesma forma, mandou prender dois irmãos de Calígula. Onde acabaram morrendo, um cometeu suicídio e o outro de inanição. Em seguida, mandou Calígula e suas irmãs para viverem com a bisavó Lívia, viúva de Augusto. Por fim, no ano de 31, Tibério adotou Calígula, que no fundo odiava Tibério. Mas o tratava com respeito. Tibério morreu em 37, então, Calígula, aos 24 anos assumiu seu lugar.

Inicialmente, Calígula era adorado pelo povo. Pois, mandou libertar cidadãos presos injustamente, extinguiu impostos e patrocinou eventos públicos. No entanto, ele adoeceu e quase morreu. Depois que se recuperou, nunca mais foi o mesmo.

Histórias sobre Calígula

Todo Estudo

Considerado com um esquisitão, Calígula era alto e muito branco. E apesar de estar ficando calvo, tinha o corpo muito peludo. Em suma, o jovem imperador foi se tornando cada vez mais paranoico, mandando exilar pessoas ou ordenando que fossem mortas. Inclusive, ordenou a execução de seu primo e filho adotivo Tibério Gemelo. Além disso, começou a se declarar como sendo um deus, vestindo como as divindades da mitologia romana. E até mesmo de Vênus, a deusa do amor.

Ademais, suas insanidades continuaram. Conversava com a lua e desenvolveu métodos horripilantes de tortura. Que foram transformados em espetáculos públicos. Também gostava de mutilar prisioneiros ou jogá-los para serem comidos por leões famintos. De acordo com relatos, uma vez Calígula teria ordenado a execução de uma família inteira. Mas, a lei romana proibia a execução de meninas virgens. Então, Calígula obrigou a menina a ver sua família ser torturada e morta. Depois, ele ordenou que um dos carrascos violentasse a menina e a enforcasse em seguida.

Enfim, os atos bárbaros de Calígula continuaram o que foi desagradando ao povo e ao Senado. Dessa forma, no ano de 41, aos 28 anos, um grupo de guardas assassinaram Calígula, com mais de 30 facadas. Tudo aconteceu durante os Jogos Palatinos. Após matarem o imperador, também mataram sua esposa e filha. Calígula foi o primeiro imperador romano a ser assassinado. Mas, será que tudo que falaram sobre ele era verdade?

O que os historiadores pensam

Todo Estudo

De acordo com historiadores, nem todas as histórias que envolvem o jovem imperador acontecerem de verdade. Como no caso de incesto com as irmãs ou o fato de tratar seu cavalo como gente. Mas,  sua crueldade, o gosto por torturas e orgias, não são exageros. Inclusive, existe uma teoria de que Calígula sofresse de vários problemas de saúde. Por exemplo, hipertireoidismo, a epilepsia e a Doença de Wilson, uma doença hereditária que pode provocar instabilidade mental. Provavelmente, causado por sua traumática infância.

Curiosidades

Uol
  • O Imperador Calígula tinha uma paixão por ouro, joias e pérolas, usando em suas vestimentas e como decoração nas paredes. Então, vez ou outra ele costumava jogar inúmeras joias pelo chão apenas para poder andar descalço sobre elas, se vangloriando de sua riqueza.
  • Calígula tratava seu fiel companheiro, o cavalo Incitatus como se fosse humano. Dessa forma, ordenou que construíssem um abrigo para o animal todo em mármore. Além disso, na hora das refeições, o cavalo o acompanhava na mesa.
  • Certa vez, Calígula convidou os exilados por Tibério para retornarem a Roma. Ao conversar com um deles, ele disse que orava constantemente para que os deuses dessem um fim a Tibério. Pois, assim poderiam voltar. Mas, ao ouvir isso, Calígula imaginou que aqueles que foram exilados por ele também estariam fazendo o mesmo. Ou seja, orando para que ele morresse. Dessa forma, o imperador ordenou a execução de todos.
  • O jovem imperador mantinha desejos sexuais peculiares, dessa forma, gastou uma fortuna para construir dois palácios flutuantes destinados aos prazeres da carne. Ademais, essas embarcações, que eram cobertas de ouro, ficavam no Lago Nemi. E nelas, aconteciam festas de orgias, além de atrações inusitadas.
  • Antes de se tornar o imperador de Roma, Calígula visitou um astrólogo chamado Thrasyllus. De acordo com a previsão do astrólogo, o jovem não tinha chances de se tornar imperador. Assim, como não podia cavalgar sobre o Golfo de Baiae. Então, revoltado com a previsão, ele alinhou diversos barcos na extensão do rio, de forma que pudesse passar sobre eles. Enfim, ele ficou cavalgando sobre os barcos no rio durante 2 dias, para mostrar que o astrólogo estava errado.

Se você gostou dessa matéria, também vai gostar dessa: Mitologia Romana – Como surgiu e principais deuses

Fontes: Mega Curioso, Fatos Desconhecidos

Imagens: Conhecimento Científico, Todo Estudo, Uol

More in Fatos&Fatos.com