Calafrios, o que são? Conheça as causas diversas e formas de lidar

Em primeiro lugar, os calafrios são como arrepios. Desse modo, causam contrações e relaxamentos involuntários nos músculos do corpo, consequentemente atingindo outros membros. Sendo assim, é comum que os calafrios causem arrepios nos pelos e a sensação de calor em situações de frio.

No geral, a fisiologia por trás dos calafrios envolve uma expansão e contração repetitiva dos músculos para gerar calor. Comumente, esses episódios musculares podem ser constantes ou ocorrer periodicamente, pois há variação do tempo de duração.

Apesar de serem uma reação natural em algumas situações, como diante de um susto ou em temperaturas muito baixas, os calafrios também podem ser indicadores importantes. Nesse sentido, tendem a externar sintomas do início de uma infecção, ainda representando um dos sintomas mais comuns da febre.

Em contrapartida, os calafrios são acompanhados de outras reações, como episódios de tremores, palidez e a sensação de friagem. Portanto, podem indicar doenças variadas, desde uma gripe sazonal até perigosas infecções bacterianas.

O que causam os calafrios?

A princípio, reações internas e externas podem desencadear os calafrios. Contudo, é mais comum que crianças a tenham do que os adultos, tendo em vista que o sistema imunológico durante a infância é mais frágil e está em desenvolvimento. Sendo assim, as crianças estão mais propensas a terem febres, além de tê-las de maneira mais intensa.

Por outro lado, os calafrios acompanham pessoas que sentem mais frio, em decorrência de doenças ou até mesmo de diferenças culturais. Em outras palavras, pessoas que vivem nas regiões tropicais não estão acostumadas às grandes mudanças de temperatura como aqueles que vivem mais próximos do polo.

Apesar disso, indivíduos com anemia, hipotireoidismo, doenças vasculares, diabetes e distúrbios alimentares também costumam sentir mais frio do que o normal. No geral, os calafrios são reações cerebrais para manter o equilíbrio de temperatura no organismo, mas podem ser desencadeados em função de algum mal-estar ou mal crônico.

Portanto, pessoas com infecções na garganta, gripes, resfriados, meningite ou pneumonia costumam ter crises de calafrio constantes e desequilibradas. Ademais, indivíduos com diagnóstico de gastroenterite bacteriana ou viral, malária e até infecção do trato urinário também apresentam essas reações desreguladas.

Calafrios, o que são? Conheça as causas diversas e formas de lidar
Fonte: Freepik

Como lidar e o que fazer?

Sobretudo, deve-se buscar ajuda médica, principalmente quando os calafrios vierem acompanhados de outros sintomas. Como exemplo, pode-se citar a tosse ou a dificuldade de respirar, a confusão mental e a lentidão. Ademais, a febre constante e inalterada é um outro sinal de desequilíbrio nas funções orgânicas.

Mais ainda, a irritabilidade, sinais de rigidez no pescoço, micção frequente e dor ou queimação abdominal são sintomas graves que demandam atenção médica. Comumente, essas reações indicam complicações mais séries no organismo, que podem ser tanto infecções bacterianas quanto resfriados sazonais.

Porém, existem reações mais leves, e igualmente preocupantes. Como citado anteriormente, os calafrios acompanham pessoas com tendência a sentir mais frio, em especial no caso de doenças como anemia ou hipotireoidismo. Sendo assim, caso o frio seja acompanhado de fadiga, palidez e arritmia é importante procurar ajuda médica.

Antes de mais nada, a queda de cabelo, pele seca, prisão de ventre e ganho de peso desregular indicam desequilíbrio nas funções hormonais, e ainda causam crises de calafrios. No geral, esses sintomas em específico tendem a representar um problema mais grave e orgânico, que pode ser tratado por meio de medicamentos e tratamentos diversos.

Por fim, indica-se a busca por um clínico geral, ou pediatra no caso das crianças, para entender melhor o problema e gerar o diagnóstico correto. Além disso, estar atento aos sintomas e saber descrevê-los facilita na identificação correta do mal que aflige a pessoa, tendo em vista que os calafrios estão associados à razões diferentes.

E aí, aprendeu sobre os calafrios? Então leia sobre Cidades medievais, quais são? 20 destinos preservados no mundo.

Fontes: Tua Saúde | Minha Vida | Universidade das Crianças | EBC

Imagens: Freepik

More in Fatos&Fatos.com