Asmodeus – Origem e lendas sobre o rei dos demônios

A existência de demônios como Asmodeus e Lúcifer é uma crença comum em muitas religiões e culturas mundiais, da Ásia às Américas. Com efeito, em muitas religiões, os demônios são a antítese da bondade, castigados durante a batalha perdida contra Deus.

Desse modo, segundo a mitologia judaica, Asmodeu ou Asmodeus é o rei do inferno, ficando abaixo apenas de Lúcifer na hierarquia dos demônios. Os nomes Asmodeus ou Ashmedai em hebraico, significa aquele que é consumido pelo fogo. De acordo com a Cabala (tradição mística do Judaísmo), ele é fruto da união entre o Rei Davi e Agrat Bat Mahlat (a filha de Lilith e Lúcifer).

Davi foi o segundo rei de Israel e Judá, e também ancestral de Jesus. Por outro lado, Agrat Bat Mahlat era um demônio feminino conhecido como súcubo. Os súcubos aparecem em sonhos e assumem a forma de mulher para seduzir os homens, geralmente por meio da atividade sexual. Aliás, sua versão masculina é conhecida como íncubos.

Asmodeus e o Rei Salomão

Fonte: Pinterest

De acordo com os livros apócrifos da bíblia, Asmodeus aparece como o “Rei Esquecido de Sodoma”. Dessa forma, é dito que Asmodeus privou o rei de sua sabedoria e então expulsou Salomão de seu reino onde o demônio ocupou seu lugar. No entanto, mais tarde Salomão recuperou sua sabedoria, e então acorrentou Asmodeus como um servo para ajudá-lo na construção de seu templo, usando o poderoso shamir.

Segundo a Cabala, o shamir é uma espécie de verme que, com sua secreção, era capaz de cortar não apenas rocha, mas também metal ou até mesmo um diamante. Assim, o shamir seria um pouco menor que um grão de cevada e seria uma das dez criações milagrosas de Deus, criado no sexto dia.

Em suma, a lenda bíblica mostra como o Rei Salomão controlou o Rei dos Demônios, Asmodeu, e o verme shamir, cujo sangue pode corroer as substâncias mais duras. Ainda conforme, a lenda Salomão era um mágico que descobriu como controlar seus trabalhadores com os demônios dos meios gasosos alquímicos e vermes subsequentes que são o resultado de tal magia.

Representação do demônio no Livro de Tobias

Asmodeus: origem e lendas sobre o rei dos demônios
Fonte: Pinterest

Asmodeus do Livro de Tobias é atraído por Sarah, filha de Raquel, e não está disposto a permitir que qualquer marido a possua. Portanto, ele mata sete maridos sucessivos em suas noites de núpcias, impedindo assim a consumação do ato sexual.

Quando o jovem Tobias está prestes a se casar com ela, Asmodeus propõe o mesmo destino para ele. Contudo, Tobias é auxiliado pelo anjo Rafael e arquiteta um plano para afugentá-lo. Então, ao colocar o coração e o fígado de um peixe em cinzas quentes, Tobias produz um vapor fumegante que faz com que o demônio fuja para o Egito, onde é capturado pelo anjo Rafael.

Asmodeu, portanto, trata-se de um demônio caracterizado pelo desejo carnal, além de ser descrito como o espírito maligno da luxúria. Alguns povos, inclusive, acreditam que ele impede os casais de ter relações sexuais e, consequentemente de gerar filhos. Outras culturas também acreditam que Asmodeus é responsável por forçar os maridos a cometerem adultério e assim, destruir casamentos.

Então, gostou deste artigo? Conheça a seguir a Estrela de Davi – História, significado e representações

Fontes: Wikipédia, Canção Nova, Fandom, Infopédia

Fotos: Pinterest

More in Fatos&Fatos.com