6 ideologias políticas ou econômicas que você deve entender

Ao longo dos anos, muitas ideologias políticas surgiram. Cada uma delas indicava qual a forma de governo, modelo econômico e valores morais deveriam ser seguidos pela sociedade. Especialmente após o fim da Primeira Guerra Mundial, muitas ideologias surgiram e passaram a travar embates no campo político, agitando as sociedades.

Concomitantemente a outros fatores, as ideologias políticas resultaram na Segunda Guerra Mundial, que colocou frente a frente regimes totalitários e democracias liberais. Essa é uma das razões que fez o século XX ser considerado o século das ideologias. Para te ajudar a saber um pouco mais, acompanhe esse artigo com 6 conceitos sobre ideologias políticas que você deve entender.

1. Democracia

(Fonte: BD)(Fonte: BD)

Democracia é um regime político em que o povo exerce a soberania. Existe uma série de princípios que orientam a democracia de forma a garantir respeito às liberdades e o cumprimento da vontade geral da população. Existem três tipos básicos de democracia: democracia direta, democracia representativa e democracia participativa.

A direta é a forma clássica de democracia exercida pelos atenienses: sem eleições para representantes, cada cidadão podia participar diretamente emitindo propostas legislativas e votando nas proposições de outros cidadãos. A representativa é mais comum em países republicanos: são regidas por constituições, em que os cidadãos elegem representantes para legislar e governar em seu nome. A participativa é uma mescla das anteriores: existem eleições, mas as decisões precisam ser tomadas por meio da participação e autorização popular.

2. Fascismo

(Fonte: Politize/Reprodução)(Fonte: Politize/Reprodução)

De complexa definição, o fascismo é uma ideologia política radical do espectro político da direita conservadora. Derivado do movimento fascista que surgiu na Itália no final da década de 1910, o fascismo é caracterizado pelo amplo controle do Estado e pelo autoritarismo.

Ao longo da história, o termo passou a ser usado para se referir, também, a outras versões mais extremadas, como o nazismo (Alemanha), o salazarismo (Portugal) e o franquismo (Espanha), por exemplo. O consenso é que todos defendem um sistema político unipartidário, o culto ao líder do partido, controle total do Estado, retórica populista, exaltação de valores tradicionais, desprezo pelos valores liberais e coletivistas, e ataque à política tradicional.

3. Comunismo

(Fonte: Ideias Radicais)(Fonte: Ideias Radicais)

Ideologia política e socioeconômica que pretende estabelecer uma sociedade igualitária por meio da abolição da propriedade privada, das classes sociais e do próprio Estado, o comunismo também busca a justiça igualitária entre os homens.

Karl Marx e Friedrich Engels, filósofos alemães, são apontados como precursores das formulações teóricas e doutrinárias do comunismo, mas as concepções e ideias de uma sociedade comunista remontam à Antiguidade clássica e Platão. Em sua obra A República, ele concebeu um modelo ideal de sociedade muito semelhante aos ideais comunistas.

4. Socialismo

(Fonte: La Alternativa Digital)(Fonte: La Alternativa Digital)

O socialismo é uma ideologia política e econômica surgida entre o fim do século XVIII e o início do século XIX. Organizada no princípio da igualdade, o socialismo emergiu como uma maneira de repensar o sistema capitalista que vigorava à época. Seus teóricos mais famosos são Karl Marx e Friedrich Engels.

No socialismo, o Estado é responsável pela produção e divisão de bens entre a sociedade. Neste sistema, não há competição e lucro, tampouco divisão de classes. A teoria da mais-valia, formulada por Marx e Engels, demonstrou que os trabalhadores não recebiam o equivalente ao valor das riquezas que produziam, o que geraria desigualdades e problemas sociais.

5. Capitalismo

(Fonte: Tribuna da Imprensa Livre)(Fonte: Tribuna da Imprensa Livre)

Sistema econômico e social que visa ao lucro e à acumulação das riquezas, o capitalismo é baseado na propriedade privada dos meios de produção e é o sistema predominante no mundo. O capitalismo é dividido em duas classes principais: os capitalistas, que detêm os meios de produção ou dos bens que podem gerar dinheiro, e os trabalhadores, que vendem sua mão de obra em troca de remuneração.

No capitalismo, o objetivo é a maximização dos lucros, reduzindo ao máximo os custos e elevando os preços dos produtos e/ou serviços. É estruturado em um mercado livre, com pouca ou nenhuma intervenção estatal, deixando que o valor das coisas varie conforme a lei da oferta e da demanda.

6. Anarquismo

(Fonte: Aventuras na História)(Fonte: Aventuras na História)

O anarquismo é uma ideologia política que possui o objetivo de acabar com o capitalismo e o Estado. O pensamento anarquista surge com o filósofo francês Pierre-Joseph Proudhon, mas vai ganhar impulso com o russo Mikhail Bakunin.

Para esta ideologia, a propriedade privada é o maior motivo da desgraça humana e o Estado é somente um aparato de repressão, criado para controlar as pessoas e mantê-las presas à lógica capitalista. O princípio básico do anarquismo é a autogestão democrática da política. Ou seja, as leis são criadas e exercidas pela participação da população, sem governo, Estado, lideranças ou instituições econômicas.

More in Fatos&Fatos.com

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2020 powered by fatos&fatos.com.