6 hábitos bizarros de pessoas ricas na hora de dormir

Embora dormir seja uma atividade natural do corpo, esse é um tema que gera alguma polêmica. Não há um consenso sobre o que seria um sono saudável, e há inclusive quem defenda que é preciso dormir menos para se ter uma vida mais produtiva.

As pessoas ricas e famosas, aliás, às vezes desenvolvem algumas práticas bem inusitadas em seus hábitos de sono. Contaremos aqui a história de seis celebridades que dormem de um jeito meio… diferente.

1. A câmara hipobárica de Michael Phelps

(Fonte: Soobum Im/USA Today Sports)(Fonte: Soobum Im/USA Today Sports)

Michael Phelps é o maior recordista de medalhas olímpicas, e parte de seu sucesso nos esportes é creditada a seus hábitos de sono, de acordo com ele mesmo. Para tanto, ele dorme em uma câmara hiperbárica que simula uma altitude de 9 mil pés.

A razão disso? Treinar em lugares altos, em que a quantidade de oxigênio é menor, ocasiona aumento da produção de hemoglobina, responsável pelo transporte de oxigênio. Imagina-se que essa condição ajude a aprimorar a performance dos atletas. Na câmara hiperbárica, portanto, o corpo é literalmente forçado a se adaptar à menor quantidade de oxigênio, melhorando a resistência do organismo.

2. Os cochilos de Leonardo Da Vinci

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Segundo historiadores, Leonardo da Vinci não gostava de dormir, por isso ele mantinha o hábito que hoje se chama ciclo polifásico do sono, uma prática de distribuir o sono em episódios múltiplos e mais curtos. Desse modo, ele trocava as noites de sono por curtos cochilos de 30 minutos a cada 6 ou 4 horas.

Por mais que haja uma espécie de moda desse estilo de sono (Cristiano Ronaldo já declarou ter um hábito meio parecido), especialistas não o recomendam.

3. Matt Mullenweg e a prática de dormir 6 vezes ao dia

(Fonte: Todd Spoth/The New York Times)(Fonte: Todd Spoth/The New York Times)

Matt Mullenweg é cofundador do WordPress e CEO da Automattic. Sua rotina consiste no sono polifásico extremo, então ele costuma tirar 6 cochilos de 40 minutos ao longo do dia, sem dormir mais em outros horários. Pode ser que funcione temporariamente para quem quer otimizar as horas, mas a verdade é que ninguém aguenta continuar assim por um longo tempo.

4. Mariah Carey e o sono de 15 horas

(Fonte: Inez/Vinoodh/V Magazine)(Fonte: Inez/Vinoodh/V Magazine)

Em 2007, Mariah Carey deu uma entrevista em que esmiuçava suas rotinas de sono e disse que dorme cerca de 15 horas por dia — segundo ela, “para poder cantar como quiser”.

A outra informação excêntrica sobre o sono da cantora é que ela disse dormir com 20 umidificadores ligados, transformando o quarto em uma espécie de sala de vapor. A ideia é se manter hidratada — uma vez que o sono nos desidrata naturalmente —, mas a verdade é que usar apenas um aparelho é mais que suficiente.

5. Os rituais de Stephen King

(Fonte: Steve Schofield/The Guardian)(Fonte: Steve Schofield/The Guardian)

O mestre do terror Stephen King já declarou que é um tanto supersticioso no que diz respeito ao sono. Na biografia Haunted Heart: The Life and Times of Stephen King (2009), de Lisa Rogak, foi revelado o ritual específico na hora de dormir: lavar as mãos e ter os travesseiros apontando sempre na mesma direção. 

6. O “Snoratorium” de Tom Cruise

(Fonte: Ian Gavan/Getty Images)(Fonte: Ian Gavan/Getty Images)

Tom Cruise construiu em sua casa um “Snoratorium“ (uma espécie de “parlatório do ronco”, em tradução livre). Trata-se de um espaço isolado acusticamente para que sua respiração barulhenta não atrapalhe o sono de outras pessoas.

Por roncar muito alto, ele disse ainda que costuma usar aplicativos que monitoram o sono, além de ouvir músicas relaxantes e fazer meditações guiadas para conseguir dormir melhor.

More in Fatos&Fatos.com

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2020 powered by fatos&fatos.com.