6 fatos surpreendentes sobre a gravidez que você não sabia

Não é segredo para absolutamente ninguém que a gravidez transforma por completo o corpo humano. Quando uma mulher está carregando um bebê, o seu corpo precisa realizar todas as adaptações possíveis para se certificar que ela e a criança que irá nascer passarão os próximos nove meses em plena segurança.

Por isso, os órgãos mudam de lugar para poder comportar o feto dentro do corpo e tantas outras coisas sutis vão acontecendo sem nós percebermos. Por esse motivo, nós montamos uma lista com seis coisas surpreendentes a respeito da gravidez e que você provavelmente não sabia. Olha só!

1. Crescimento do útero

(Fonte: Shutterstock)(Fonte: Shutterstock)

Antes da gravidez realmente acontecer, o útero de uma mulher tem, em média, o tamanho de uma laranja. Porém, tudo isso muda conforme o bebê vai se desenvolvendo. Com apenas três meses de gravidez, esse órgão já pode estar do tamanho de uma melancia. 

Para se ter noção, o útero pode aumentar em até 500 vezes durante o período de gravidez. Que loucura, né?

2. Gravidez mais longa do mundo

(Fonte: Shutterstock)(Fonte: Shutterstock)

Nove meses esperando uma criança nascer pode ser uma longa espera para a mamãe e para a família, certo? Porém, imagina se essa gravidez fosse ainda mais prolongada. Por incrível que pareça, a gravidez mais longa já registrada ao redor do mundo durou 375 dias e aconteceu em 1945.

Mas não se assuste, gravidez longas são mais comuns do que parecem. Não é tão difícil assim encontrar mulheres que pariram apenas com 10 ou 11 meses de espera. 

3. Diabetes gestacional

(Fonte: Shutterstock)(Fonte: Shutterstock)

Mulheres, preparem-se: algumas grávidas costumam desenvolver algo chamado “diabetes gestacional” enquanto esperam seu filho nascer. E o que isso significa? Esse tipo de diabetes acontece quando o açúcar no sangue da futura mamãe está muito alto e o pâncreas não consegue fornecer insulina suficiente. 

O mais curioso dessa situação, entretanto, é que essa condição costuma desaparecer logo após o nascimento do bebê e raramente se estende para o restante da vida.

4. Articulações soltas

(Fonte: Shutterstock)(Fonte: Shutterstock)

Quando uma mulher está grávida, seu corpo produz em maior quantidade um hormônio chamado relaxina. Esse hormônio faz com que os ligamentos — tecidos que conectam nossas articulações — fiquem suavizados durante o período de gestação.

Dessa forma, a pelve pode se tornar mais flexível na hora do parto e isso evita com que algum tipo de lesão mais grave possa acontecer nesse momento.

5. Mudanças no olfato

(Fonte: Shutterstock)(Fonte: Shutterstock)

Uma coisa muito curiosa que acontece com as mulheres grávidas durante a gestação são as mudanças no olfato nos primeiros meses. Durante o primeiro trimestre, esse sentido se torna bem aguçado — o que costuma inclusive ser um sinal de gravidez para aquelas que não descobriram a maternidade ainda.

Segundo pesquisadores, talvez esse seja um mecanismo do corpo humano para que as mulheres grávidas evitem consumir alimentos inseguros. Isso protegeria a saúde delas e também do bebê. 

6. Mudanças de cor no corpo

(Fonte: Shutterstock)(Fonte: Shutterstock)

Você sabia que, conforme o corpo da grávida muda durante a gestação, ela pode desenvolver estrias que geralmente são bem mais pálidas do que a pele normal. Outra coisa bem frequente é o desenvolvimento de melasma, uma condição que faz com que manchas escuras apareçam no rosto.

A linha abaixo do estômago, chamada de linha nigrea, também fica mais escura. Por fim, algumas mulheres também relatam que até mesmo a vagina pode mudar de cor, com relatos de colorações azuladas ou arroxeadas. Esse fenômeno é chamado de Sinal de Chadwick, causado por uma congestão venosa.

More in Fatos&Fatos.com

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2020 powered by fatos&fatos.com.