6 fatos curiosos sobre a Igreja Católica

Se não bastasse ser a mais antiga instituição internacional do mundo em funcionamento contínuo, a Igreja Católica Romana teve um papel proeminente na história e no desenvolvimento da civilização ocidental. São anos e anos de existência repletos de acontecimentos marcantes, polêmicas e até mesmo participações em guerra. 

Na realidade, são tantos acontecimentos durante esses longos anos de trajetória que muitos deles passam até mesmo despercebidos. Portanto, é bem provável que existam vários episódios da Igreja Católica que você nunca ouviu falar e, por isso, nós separamos uma lista com seis fatos curiosos que irão te surpreender. Olha só!

1. Criminalidade em alta

(Fonte: Shutterstock)(Fonte: Shutterstock)

Um fato muito curioso e que poucas pessoas sabem é que o Vaticano, a cidade-estado sede da Igreja Católica Romana, tem o maior índice de criminalidade do mundo todo. E como isso é possível? Com uma população de mais ou menos 500 pessoas e cerca de um crime por dia, a taxa de criminalidade do Vaticano está acima de 100%, per capita. 

Porém, vale ressaltar que o Vaticano é considerado o menor país da Terra e recebe cerca de 20 milhões de visitantes por ano. Por esse motivo, a maioria dos crimes que acontecem na região são de batedores de carteira, roubo de bolsas e outros pequenos delitos cometidos por pessoas de fora. 

2. Origem de tudo

(Fonte: Shutterstock)(Fonte: Shutterstock)

Nos primeiros mil anos do calendário cristão, a única igreja cristã que existiu no mundo foi a Igreja Católica Romana. Esse é um número bastante impressionante quando paramos para pensar que houve uma expansão maciça de igrejas por todas as partes e o cristianismo tornou-se a religião mais influente na história.

Portanto, todas as outras igrejas cristãs que existem hoje podem traçar sua linhagem até a Igreja Católica Romana. Em comparação, a maioria das igrejas não católicas que existem hoje tem menos de um século ou dois de vida.

3. Criação da Bíblia

(Fonte: Shutterstock)(Fonte: Shutterstock)

A Igreja Católica é inteiramente responsável pela composição da Bíblia, incluindo a divisão dos capítulos e versículos. Por conta disso, alguns versículos foram até mesmo removidos por serem inconsistentes demais com a sua forma de teologia. Martinho Lutero, inclusive, foi um dos que mais se aproveitou desse método.

Em dado momento da história, Lutero até tentou remover Tiago e Apocalipse, mas teve sua ação reprovada pelos seus seguidores e acabou mantendo ambos os livros.

4. Finanças

(Fonte: Shutterstock)(Fonte: Shutterstock)

Uma informação impressionante sobre a Igreja Católica é que ela consegue gastar mais dinheiro todos os anos do que uma empresa bilionária, como a Apple, consegue arrecadar. Segundo o The Economist, a Igreja Católica Romana gastou US$ 170 bilhões em caridade no ano de 2012, principalmente.

Nesse mesmo ano, a Apple — mesmo com seu arsenal de produtos tecnológicos — arrecadou US$ 157 bilhões em receita. 

5. Guarda Papal

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Mesmo que seja considerado um símbolo de paz, o Papa é constantemente protegido pela Guarda Suíça Pontifícia, que veste uniformes desenhados por Michelangelo, comumente armados com alabardas. Cada membro é católico, suíço, do sexo masculino e deve completar o treinamento militar na Suíça. 

Eles devem demonstrar boa conduta e ter pelo menos um metro e meio de altura. Aqueles escolhidos recebem uma audiência privada com o Papa junto de suas famílias. A Guarda Papal Suíça é a unidade militar ativa mais antiga em existência contínua desde 1506. 

6. Civilização Ocidental

(Fonte: Shutterstock)(Fonte: Shutterstock)

Basicamente tudo que conhecemos no mundo Ocidental teve base de fundação na Igreja Católica. Diversos hospitais, escolas, universidades e instituições de caridade foram criadas pelo catolicismo e permanecem de pé até hoje.

Para se ter ideia, cerca de 15% dos hospitais nos Estados Unidos são católicos. Em algumas partes do mundo, a Igreja Católica oferece os únicos serviços de saúde, educação e serviços sociais disponíveis para as pessoas.

More in Fatos&Fatos.com