6 curiosidades sobre o xampu que você (provavelmente) não sabia

Existem prateleiras e mais prateleiras nos supermercados e farmácias dedicadas aos xampus. Com tantas opções, é normal que as pessoas se confundam e tenham dificuldade em escolher o produto mais adequado. Além de escolher o produto, é preciso usá-lo de forma correta: acredite se quiser, lavar o cabelo pode não ser tão simples quanto você pensa.

Para ajudá-lo a ter belas madeixas, além de conhecer algumas curiosidades sobre esse produto tão popular, preparamos este artigo — ideal para você ler enquanto espera os fios secarem.

1. Os brasileiros amam cuidar dos cabelos

Só no Brasil, o chamado “mercado hair” faturou cerca de R$ 23 bilhões em 2021, de acordo com dados do Euromonitor. Nosso país fica com o quarto lugar quando o assunto é consumo de produtos para o cabelo. Perdemos apenas para os Estados Unidos, China e Japão. Não por acaso, as marcas líderes de mercado investem pesado no Brasil.

2. Infelizmente, xampus de adultos precisam arder

(Fonte: Shutterstock)(Fonte: Shutterstock)

Você já deve ter se perguntado o porquê de os xampus de adultos arderem os olhos, sendo que os infantis não ardem. Não se trata de uma maldade da indústria, mas de uma questão de química.  Os xampus têm moléculas tensoativas em duas pontas. Uma dessas pontas gruda na água e a outra, na gordura.

Os xampus de adultos têm moléculas tensoativas de carga negativa. Elas limpam bem a gordura, mas causam irritação aos olhos. Já os xampus de bebê têm carga positiva e negativa ao mesmo tempo. Isso faz com que seu pH seja similar ao das lágrimas — o que faz com que não causem ardência. O problema é que eles não limpam muito bem e não são recomendados para tirar a sujeira dos cabelos de um adulto.

3. Lavar os cabelos todos os dias pode fazer mal

Como vimos, o xampu remore gordura e sujeira dos nossos cabelos. Pois essa gordura pode ser útil na proteção dos fios. Por isso, se você não suja muito os seus cabelos, pode lavá-los em dias alternados ou até mesmo uma vez por semana.

4. Não é necessário “repetir a lavagem”

Algumas marcas de xampus recomendam nos rótulos que o indivíduo “repita a lavagem”.  Essa é uma herança dos tempos em que as pessoas tomavam banho apenas uma vez por semana. Nesse caso, para retirar tanta sujeira acumulada, uma lavagem só não era suficiente.

Contudo, lavar o cabelo duas vezes seguidas, várias vezes por semana, irá ressecá-lo. Então, ignore essa recomendação do rótulo.

5. Usar água quente não é uma boa ideia

(Fonte: Shutterstock)(Fonte: Shutterstock)

Ao enxaguar o cabelo com água fria, ou mais morna, você ajuda a selar os fios. Isso os ajuda a reter nutrientes dos condicionadores e xampus (sim, esses produtos podem nutrir os fios) e é especialmente recomendado para quem está sofrendo com o cabelo ressecado.

6. Xampu ou shampoo?

Talvez, você tenha estranhado que usamos a palavra “xampu” neste texto. Ela está correta. Trata-se de uma adaptação da versão em inglês “shampoo”, mais usada pela indústria.  Essa palavra tem origem no idioma hindi, no termo “champo”, que significa “massagear”.

More in Fatos&Fatos.com

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2020 powered by fatos&fatos.com.