6 curiosidades sobre Ganesha, o deus hindu com cabeça de elefante

Na tradição do hinduísmo, Ganesha é visto como um dos deuses mais importantes. Ele é o primeiro filho dos deuses Shiva e Parvati, sendo conhecido na Índia como o “destruidor de obstáculos”.

A imagem dele (um deus de quatro braços e com cabeça de elefante) é muito marcante e costuma ser bastante lembrada dentro da simbologia hindu. Fizemos uma lista com seis informações surpreendentes sobre esse conhecido deus.

1. A cabeça de elefante

(Fonte: Prego e Martelo)(Fonte: Prego e Martelo)

Muita gente fica bastante curiosa para entender por que os indianos representaram um deus com uma cabeça de elefante. Na mitologia hindu, essa é uma história que se remete à origem de Ganesha.

Quando Parvati, a deusa do amor, foi amaldiçoada para não ter mais filhos, ela teria criado Ganesha a partir da própria sujeira de seu corpo. Após isso, Parvati foi tomar banho e pediu que o filho tomasse conta da casa. Nesse momento, Shiva, marido de Parvati, chegou, mas Ganesha não permitiu a passagem dele. Enfurecido, Shiva cortou a cabeça do menino. Quando Parvati retornou, ficou furiosa com a atitude do marido — que, desesperado, pediu aos seus soldados que encontrassem uma nova cabeça para a criança. Os soldados voltaram com a primeira cabeça que encontraram, a de um elefante. Com ela, Shiva conseguiu fazer Ganesha retornar à vida.

2. Gosto por doces

(Fonte: We Mystic)(Fonte: We Mystic)

Ganesha é um dos deuses mais populares da Índia, e a iconografia dele carrega vários elementos simbólicos. É comum encontrar imagens em que ele carrega doces nas mãos. Isso acontece porque ele adora essas delícias — seus fiéis, inclusive, costumam oferecer doces a ele.

3. Ele monta um rato

(Fonte: 360 Meridianos)(Fonte: 360 Meridianos)

Se você prestar atenção em uma imagem de Ganesha, notará que muitas vezes ele aparecerá com um pequeno rato aos seus pés. Esse animal não aparece por acaso, pois ele é o veículo divino desse deus. Dentro da mitologia hindu, o rato seria um demônio chamado Gajamukha, que duelou por milênios contra Ganesha até ser derrotado e amaldiçoado, tornando-se esse animal.

Assim que a transformação ocorreu, Ganesha saltou sobre ele e começou a cavalgá-lo. Essa simbologia é popular porque o rato, com seu jeito sempre inquieto, representa a mente humana, constantemente agitada; o elefante, por sua vez, representa a consciência ilimitada e a mente pacífica.  

4. Popularidade no budismo

(Fonte: Aum Magic)(Fonte: Aum Magic)

Não é apenas no hinduísmo que Ganesha é cultuado. Ele aparece também como o deus budista Vinayaka e costuma ser representado dançando. Imagens suas são encontradas no Tibete, na China e no Japão.

5. Ganesha e suas duas esposas

(Fonte: Divulgação)(Fonte: Divulgação)

De acordo com as escrituras, Ganesha tem duas mulheres: Ridhhi (que representa a prosperidade) e Sidhhi (que representa a iluminação intelectual). Com cada mulher, ele teve um filho: com Ridhhi, teve Subha (que significa “auspicioso”) e, com Sidhhi, teve Labha (que quer dizer “lucro”).

6. Os quatro braços

(Fonte: Unsplash)(Fonte: Unsplash)

Por fim, uma dúvida constante se dá em torno dos quatro braços de Ganesha. Para entender por que esse deus tem quatro membros superiores, é preciso novamente retornar aos princípios da mitologia hindu.

É comum que deuses indianos tenham muitos braços. Isso ocorre porque os braços indicam várias qualidades. No caso de Ganesha, eles representam os quatro atributos do corpo sutil: a mente, o intelecto, o ego e a consciência condicionada. Ganesha em si representa a consciência ilimitada que domina os outros elementos. 

More in Fatos&Fatos.com

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2020 powered by fatos&fatos.com.