5 grandes batalhas que mudaram a história da humanidade

Guerras sanguinárias, políticas e religiosas moldaram o mundo em que vivemos ao longo dos séculos. Sem muitos desses conflitos — ou caso eles tivessem tido outro desfecho —, nós provavelmente estaríamos vivenciando uma realidade totalmente diferente e o mesmo valerá para nossos filhos no futuro.

Porém, existem algumas batalhas que foram consideravelmente mais importantes para o presente do que outras. E será que você sabe dizer de quais delas nós estamos falando? Pensando nisso, nós separamos uma lista com cinco grandes conflitos que mudaram completamente o rumo da história. Olha só!

1. Batalha da Grã-Bretanha

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

A Batalha da Grã-Bretanha foi um grande conflito que aconteceu durante a Segunda Guerra Mundial e que simplesmente devastou o Reino Unido, mas acabou gerando alguns aspectos positivos para a humanidade. Após a França ter caído sobre o domínio dos nazistas em 1940, Hitler pôs seus olhos sobre a terra da Rainha.

As duas nações, então, travaram a maior batalha aérea de todos os tempos, com a Alemanha bombardeando o território britânico. Milhares de civis foram mortos na batalha, mas o Reino Unido conseguiu segurar as pontas. Além de ser uma enorme vitória para os Aliados, esse também foi o ponto de virada para o desenvolvimento de novos antibióticos como a penicilina — que salvou a vida de muitos soldados e milhões de pessoas nos anos que estariam por vir.

2. Cerco de Bagdá

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Durante os anos 1200, o Império Mongol havia se espalhado pela Ásia Central. Möngke Khan, o imperador e neto de Genghis Khan, desejava expandir seu controle pelo Oriente Médio e seu foco era Bagdá, a capital do Califado Abássida — uma poderosa dinastia islâmica.

Em 1258, Hulagu Khan, irmão de Möngke, juntou forças militares e cercou Bagdá, usando catapultas e outras armas para minar as forças de proteção do Califado. Os mongóis conseguiram sua vitória aos poucos, conseguindo invadir a cidade, matando islâmicos e poupando cristãos. Esse confronto é visto como a morte da Idade de Ouro Islâmica e o início da expansão cristã pelo mundo. 

3. A Queda de Constantinopla

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

No fim do século XV, o Império Bizantino estava entrando em crise e sua capital Constantinopla ficou completamente exposta. Antes disso, a Peste Negra já havia devastado boa parte de sua população e tudo estava prestes a ruir. Foi aí que o Império Otomano viu uma brecha para conquistar novos territórios.

Em 1453, a cidade foi cercada pelo sultão Maomé II e seus soldados, os grandes responsáveis pela queda de Constantinopla. Durante o ataque, igrejas ortodoxas foram destruídas e a igreja de Santa Sofia, catedral da cidade, tornou-se uma mesquita. Historiadores enxergam esse evento como o fim definitivo de qualquer resquício do Império Romano e também o encerramento da Idade Média na Europa.

4. Batalha de Cajamarca

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Na metade dos anos 1500, a atual região do Peru era vista como uma das mais ricas da América do Sul e também objeto de desejo da Espanha. Então, os europeus enviaram o explorador e conquistador Francisco Pizarro para comandar as forças que derrubariam o Império Inca com rapidez.

Com apenas 200 homens, Pizarro foi responsável por capturar o rei Atahualpa, que tinha se tornado líder recente da região após vencer uma guerra civil contra seu irmão no ano anterior. Com isso, os espanhóis conseguiram acabar com o Império Inca de dentro para fora, usurparam a riqueza dos peruanos e abriram caminho para a colonização espanhola no Novo Mundo.

5. Batalha de Waterloo

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Após Napoleão Bonaparte se coroar rei da França em 1804, ele passou a desejar expandir seu território pela Europa. Os franceses eram uma potência militar e tudo estava dando certo até 1812, quando foram derrotados durante uma tentativa de domínio da Rússia.

Depois dessa data, a França sofreu inúmeras baixas seguidas e Napoleão foi forçado a se exilar em 1914 — retornando no ano seguinte. Em 1815, Rússia, Prússia e Reino Unidos reuniram 80 mil tropas para enfrentá-lo caso ele decidisse continuar com suas empreitadas. 

Tudo isso resultou na Batalha de Waterloo em junho daquele ano, quando Bonaparte e seus soldados foram colocados em seu lugar. Isso marcaria o fim do Primeiro Império Francês e também decretaria um período de paz na Europa até a Primeira Guerra Mundial.

More in Fatos&Fatos.com

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2020 powered by fatos&fatos.com.