5 frases históricas famosas que nunca foram ditas

Citações de pessoas famosas são algo que nos deparamos em conversas do cotidiano regularmente. Entretanto, será que tudo que escutamos é, de fato, verdade? Embora nós tenhamos reproduzido esses discursos milhares de vezes, existem algumas frases ligadas a pessoas históricas que nunca foram proferidas por esses indivíduos.

Pensando nisso, nós separamos uma lista com seis dessas citações equivocadas e a história por trás delas para você saber sobre o que está falando. Preste bem atenção!

1. “Seja a mudança que você quer no mundo” — Mahatma Gandhi

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Mahatma Gandhi é uma das maiores mentes pensantes que já passou pela Terra e dono de diversas citações marcantes. Entretanto, não há qualquer registro que essa frase, enfatizando a responsabilidade pessoal como instrumento de transformação da sociedade global, seja dele.

O mais próximo que Gandhi já disse sobre isso aconteceu em 1913. “Nós apenas refletimos o mundo. Todas as tendências presentes no mundo exterior são encontradas no mundo do nosso corpo. Se pudéssemos mudar nós mesmos, as tendências do mundo também mudariam”, falou em entrevista ao jornal Indian Opinion.

2. “Para que o mal triunfe, basta que os bons não façam nada” — Edmund Burke

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Filósofo, estadista e escritor, o irlandês Edmund Burke nasceu no século XVIII e foi deputado por mais de 20 anos. Em tempos modernos, é comum que a frase acima seja associada a ele. Porém, a existência dessa fala é completamente negada pelo biógrafo oficial de Burke.

Em entrevista à Reuters, David Bromwich afirmou “não ver sentido em Burke dizer algo tão tolo assim”. Segundo ele, a única coisa remotamente parecida teria sido dita em 1770, quando o escritor disse: “Quando homens maus se unem, homens bons devem se associar; caso contrário, eles vão acabar, um por um, fazendo um sacrifício impiedoso em uma luta ingrata”, afirmou. 

3. “Que comam brioche” — Maria Antonieta

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Existe uma associação histórica que Maria Antonieta teria dito a frase acima durante o período que antecedeu a Revolução Francesa, após descobrir que seus súditos não haviam mais pão para comer. Essa frase serviria como um reflexo da forma como a realeza não tinha contato com a realidade da população pobre da França.

Essa história parece ter surgido com um dos textos do filósofo iluminista Jean-Jacques Rousseau por volta de 1767, mas ele apenas citava “uma grande princesa”. Como Maria Antonieta era apenas uma criança nessa época, é altamente improvável que tenha sido ela a dizer. 

4. “Posso não concordar com o que você diz, mas defenderei até a morte o seu direito de dizê-lo” — Voltaire

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Para os defensores da liberdade de expressão, associar o escritor e filósofo francês Voltaire à frase acima é algo feito frequentemente. Sendo assim, uma pessoa teria o direito de dizer o que quisesse, independente se essa frase seria ofensiva ou incongruente com as suas convicções.

E Voltaire realmente era um grande defensor desse tipo de liberdade e constantemente atacava a Igreja Católica por restringir o pensamento alheio. Entretanto, não há qualquer indício que ele tenha dito a frase acima com essas mesmas palavras. 

5. “Eu não posso mentir. Eu cortei a cerejeira” — George Washington

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

George Washington, o primeiro presidente dos Estados Unidos, era conhecido por ser uma pessoa extremamente honesta. Inclusive, a representação mais comum disso seria quando ele, aos 6 anos de idade, teria cortado a cerejeira do pai e logo depois teria admitido o seu erro.

Essa história se tornou um símbolo das virtudes de Washington e apareceu pela primeira vez na biografia escrita por Mason Locke Weems, em 1799 — porém, apenas na quinta edição publicada em 1806. Sem que exista qualquer outra evidência histórica dessa citação, é bem provável que ela tenha sido completamente inventada pelo autor.

More in Fatos&Fatos.com